Caçada Semanal #179

Se há algo do qual me lembro bastante bem é da controvérsia que aconteceu com o lançamento de Lord of the Rings: The Two Towers, meses depois do trágico acontecimento do 11 de Setembro. Percebendo toda a sensibilidade do título em relação ao ataque às duas torres do WTC, consigo também perceber a vontade de Peter Jackson e da restante equipa de manterem o título original em homenagem à obra de um dos maiores escritores de ficção especulativa de sempre.

Acho que há algo que todos nós vamos recordar como momento marcante para toda a Humanidade: a lembrança de onde estávamos quando soubemos e/ou vimos as primeiras imagens do terrível ataque.

Felizmente que (tanto quanto sabemos) não existem tower defenses de mau gosto baseados no tema. Pensando em toda a controvérsia que o filme de Jackson e tantos outros objectos culturais tiveram à época, imagino que a mera enunciação deste género de videojogos pudesse ser, aos olhos de alguns, bastante desrespeitosa. Numa caçada dedicada precisamente a esse género, e a dias de se marcar o 17º aniversário desse fatídico dia, aproveitamos para endereçar o nosso respeito para com todas as pessoas directa e indirectamente afectadas pelo dia mais negro da História recente da Humanidade.

Defense Task Force

Provavelmente por contágio dos free-to-play do mercado mobile, mas se houve um momento em que a tónica dos tower defenses passou a ser de um grind quase interminável. Que o diga um dos meus jogos favoritos do género, Prime World: Defenders, e um dos quais mais horas da minha vida dediquei.

Defense Task Force vem exactamente nesta senda de progressão por um grind quase doentio. No ecrã principal temos acesso à nossa tech tree onde podemos gastar energia para desbloquear o acesso a versões upgraded das nossas torres.

É claro que este desbloqueio não nos garante logo a priori uma versão “artilhada” de cada torre. Temos de gastar a moeda interna das missões não só para comprar torres como para melhorá-las até ao patamar onde temos a tecnologia desbloqueada.

Em quase tudo Defense Task Force é um clássico jogo do género. Com uma grande diversidade de torres para utilizarmos, falha num sistema que nos apresente as diferenças de cada uma, já que temos todas disponíveis logo desde o primeiro nível. Mecanicamente surge apenas uma diferença em relação à maioria do que já jogámos: para colocarmos torres temos primeiro de colocar pedestais, o que adiciona um passo adicional à mecânica de compra de defesas.

Mesmo que não consigamos terminar um nível há um sentimento de recompensa em “participar” nele. Há sempre a mui-esperada energia para recolher no ecrã de final de missão (de derrota ou vitória) e que nos permite desbloquear novos upgrades na tech tree. Apesar de o grind a que nos obriga garantir dezenas de horas de jogo, e de ser um bom jogo para os fãs dos towers defenses, Defense Task Force tem em grande parte da sua apresentação uma aura demasiado genérica para que algum dia nos lembremos dele.

Hero Defense

No outro espectro de Defense Task Force encontramos este Hero Defense, que de genérico acaba por ter mesmo o título. Nesta mistura interessante entre Hero Defense e RPG-lite temos um jogo onde ao invés de torres temos uma party de 5 heróis que agem como tal.

Mas se em outros tower defenses as torres são imóveis, Hero Defense impele-nos a estar em constante reposicionamento dos nossos heróis de forma a conseguirmos tirar o melhor proveito possível das capacidades únicas de cada um dos personagens.

O desafio estratégico deste jogo passa por saber combinar os poderes e as habilidades de cada um dos nossos heróis para conseguirmos destruir as hordas de inimigos que surgem, utilizando-as em conjunto para “limpar” as criaturas malignas que nos invadem.

Com uma temática de fantasia vitoriana, Hero Defense tem uma aura excessivamente mobile sobre si, e que é até uma antítese do seu preço elevado, tanto no Steam, na Xbox One, como na PS4. Apesar de achar algo original a premissa deste distinto tower defense, 29,99€ é um valor algo inflacionado para o seu conteúdo. Mas se aguardarem por alguma promoção esta é uma aposta diferente para limpar do palato o sabor da repetição do género.