Caçada Semanal #192

O Bon Jovi dizia que eras tu quem dava mau nome ao amor. Talvez tivesse razão, especialmente pelo pronome “tu” ser tão indefinido e dar literalmente para qualquer pessoa. Eu, por outro lado, digo que há muitos jogos a dar mau nome ao Early Access. Vou até mais longe: acho que a grande maioria dos jogos dá mau nome e descredibiliza o fundamento do Early Access. E aqui não preciso de ser tão vago quanto o Jon para me lembrar de pelo menos uma mão-cheia de jogos cabalmente culpados de se aproveitarem do sistema de lançamentos antecipados do Steam. E depois há bons exemplos.

Dois deles são assunto desta caçada.

2084 [PC]

As semelhanças visuais com >observer_ não são inocentes: muitos dos criadores por trás do ainda inacabado 2084 fazem parte da equipa que o desenvolveu, e que se juntaram numa game jam organizada pela editora Feardemic.

Se o jogo do qual tanto gostámos protagonizado por Rutger Hauer era um título narrativo na primeira pessoa num mundo cyberpunk, 2084 decide atirar para a grelha qualquer intenção cinematográfica e apresenta-se como um FPS frenético com mecânicas de hacking.

Conhecendo de antemão a base deste 2084, é fácil de perceber o porquê de por um lado estarmos a percorrer os mapas que bem conhecemos de >observer_ num jogo que se percebe pela seu corrente estado de conteúdo que está numa fase inicial de desenvolvimento.

O que neste momento de Early Access pode parecer (e é) um horde shooter genérico tem vindo a ganhar uma série de elementos mecânicos que o diversificam, especialmente os momentos de hacking que nos obrigam a digitar rapidamente as direcções que surgem no ecrã.

Apesar de ter chegado ao Steam há pouco tempo, o investimento e actualizações que tem tido permitir-lhe-ão, esperamos nós, vir a ser um bom shooter com laivos de história construído sobre a carcaça cibernética de >observer_ .

Chef: A Restaurant Tycoon Game [PC]

Como aqui falámos algumas vezes, 2018 pareceu no melhor dos sentidos o ano da ressurreição dos tycoon. Tenha sido o high-profile Two Point Hospital ou Jurassic Park Evolution, há muitos anos que o género não recebia tanto carinho e atenção da parte do mercado. E ainda bem para nós.

Ali mesmo na hora de fechar e de lavar as mesas, 2018 ainda nos brindou com o lançamento em Early Access de um tycoon discreto à volta da gestão de um restaurante. E fez-se luz sobre Chef: A Restaurant Tycoon Game.

Encarnem o Gordon Ramsey que têm dentro de vocês e criem o vosso próprio dono de restaurante/chef. Como bom tycoon que é, Chef: A Restaurant Tycoon Game vai mais longe e permite-nos customizar todo o nosso restaurante, indo ao pormenor de nos desenvolver as nossas próprias ementas. Não falamos de clicar em pratos já feitos, mas sim de poder misturar e adicionar ingredientes como se da vida real se tratasse e construir a partir daí o menu para os nossos clientes.

Mecanicamente está bastante sólido e complexo, com uma componente profunda de gestão do nosso restaurante que irá surpreender o mais ávido dos fãs de tycoons.