Análise

Seasons After Fall: a vénia aos artistas

Seasons After Fall leva-nos de imediato para outros dois jogos que preencheram pelas melhores razões o nosso imaginário.

Análise

PES 17 – Konami, porque continuam a tentar?

Andamos a dar chutos no esférico virtual do PES 17.

Análise

Forza Horizon 3 e mais além

Foi lançado o Forza Horizon 3, e se calhar, até vale a pena comprar uma XBOX One para jogar isto. Digo eu.

Análise

Gone in November – um mergulho na escuridão

Gone in November coloca-nos na pele de alguém com cancro que sabe que irá morrer dentro de pouco tempo. Assim. Desta forma desencantada.

Análise

Deus Ex: Mankind Divided – Força R3volucionária

Deus Ex: Mankind Divided traz-nos uma sociedade politica e socialmente dividida onde o racismo fala mais alto. Um exemplo da realidade a inspirar a ficção.

Análise

No Man’s Sky – Aprender a dizer adeus

No Man’s Sky é um jogo sobre solidão e sobre aprender a dizer adeus ao que parece nosso, mas não é.

Análise

Attack on Titan: Wings of Freedom

Attack on Titan: Wings of Freedom é sem dúvida a mais fiel adaptação à primeira season do anime. Mas será um bom jogo por isso?

Análise

Master of Orion: Conquer the Stars

Master of Orion, não há resumos, vão ter mesmo que ler o artigo.

Análise

Headlander

Comparar com honestidade Headlander à sua musa, Metroid, poderia ser injusto para este jogo da Double Fine. Mas não é.

Análise

ABZÛ – Debaixo de duas camadas de céu

Do director de arte de Journey chega-nos esta magnífica aventura subaquática chamada ABZÛ. Competente, mas também prova de que mais também pode ser menos.