Observador

Análise, Observador

Assassin’s Creed: tudo começou no Egipto

Assassin’s Creed: Origins decidiu viajar atrás no tempo até ao Egipto Antigo. O novo título da Ubisoft é o mais refrescante dos últimos anos.

Análise

Horizon: Zero Dawn – The Frozen Wilds

Em Horizon: Zero Dawn, nós acompanhámos Aloy, uma rapariga ruiva banida da sua tribo à nascença, numa aventura de descoberta e compreensão, não só…

Análise

Arkaia, The Enigmatic Isle – se lerem este título até ao fim…

… provavelmente passaram mais tempo a fazê-lo do que a chegar ao fim do jogo Lançado há pouco mais de um mês pelos estreantes Painted…

Análise, Observador

South Park: provocar é preciso (e o Kenny morre)

South Park: The Fractured but Whole é muito mais do que um trocadilho.

Análise, Observador

Gran Turismo Sport: a celebração do desporto automóvel

O rei dos simuladores de corridas de automóveis está de regresso, num ano em que a competição é muito apertada.

Análise

Fire Emblem Warriors: o brilho de dois mundos

Trazer Fire Emblem para a linguagem para a linguagem de Warriors parece fácil, mas não é.

Análise, Observador

FIFA 18: o futebol já não tem vergonha de ser portátil

O melhor jogo de futebol alguma vez feito traz agora uma novidade: com FIFA 18 na Switch o futebol pode ser jogado em qualquer sítio.

Análise

Marvel vs. Capcom: alguém pediu um copo de água da torneira?

Marvel vs. Capcom: Infinite é mecanicamente divertido mas está demasiados furos abaixo do patamar onde já esteve.

Análise

De Battlefield 1 a поле битвы один

In the name of the Tsar acerta naquilo que Battlefield 1 já acertava. Mas falha também nos mesmos pontos.