Opinião

Opinião

Snes Classic. Mais caro, menos jogos: Maravilha!

Este artigo é só para assinalar que tudo indica que a “Mini” Snes vai ser 20 Euros mais cara que a predecessora e com menos jogos (21 em vez de 30). 

Opinião

Morrowind, o regresso ao passado

Em Morrowind há um claro propósito e uma sóbria ligação entre todos os passos que nos levavam de e para cada ponto de exclamação no vasto mapa de Elder Scrolls.

Opinião

Cooking Mama: Sweet Shop

Cooking Mama: Sweet Shop leva-nos de volta para a cozinha, mas desta vez para confeccionar bolos e doces.

Opinião

Friday the 13th: The Game. A paixão só não chega

Friday the 13th: the Game tem boas ideias e é um produto de paixão. mas a paixão não chega para colmatar muitas, muitas falhas.

E3 2017, Opinião

A E3 2017 dissecada a Machado

Dissecada tão delicadamente como possível com essa ferramenta. Vai ser uma espécie de Blood Eagle.

Opinião

Impact Winter, a sobrevivência depois do fim

O mundo de Impact Winter terminou, mergulhado num Inverno eterno. Resta-nos a difícil missão de sobreviver 30 dias.

Opinião

theHunter: Call of the Wild

theHunter não é para todos, mas para quem é, é muito bom

Opinião

Gwent: era uma vez um jogo de cartas

Atenta, a CD Projekt Red decide fazer a vontade a uma grande percentagem dos aficionados de Witcher e lançar Gwent como um standalone.

Opinião

Lock’s Quest: da DS para os dias de hoje

Lock’s Quest é um excelente tower defense dos criadores de Scribblenauts, que deu hoje o salto da DS para as plataformas actuais.

Caça ao Índio, Opinião

Beholder – Debaixo do olho do Grande Irmão

Em Beholder temos que vigiar tudo no nosso prédio, tipo aquela vizinha metediça que todos temos mas com mandato estatal.