Opinião

Caça ao Indie, Opinião

A vida, por turnos

Com o sorriso do Deus silencioso de Bergman, a vida poderia decorrer turno após turno. Mas não decorre.

Caça ao Indie

Goliath: David e Golias

Goliath permite-nos ser David e ser Golias, mas nunca ao mesmo tempo. A dicotomia entre um e outro é bem explorada pelas vantagens e desvantagens de assumir cada uma das formas.

Caça ao Indie, Opinião

Hybrid Wars – Para que serve a guerra?

Hybrid Wars mostra a guerra moderna como ela é, uma máquina para fazer dinheiro.

Caça ao Indie

Trips psicadélicas e outros psicotrópicos indie

Os jogos indie podem levar-nos a mundos diferentes, em trips psicadélicas onde a experimentação não tem limites.

Caça ao Indie

É uma espécie de Banner Saga e um café por favor

The Great Whale Road, dos espanhóis do estúdio Sunburned Games parece ser à primeira vista apenas um sucedâneo de Banner Saga.

Caça ao Indie

Caçada Semanal #41 – Das estranhezas espaciais

Diário do capitão; Caçadas de naves e outras coisas espaciais.

Caça ao Indie

Masmorras, oficiais e cavalheiros

Se o Richard Gere jogasse dungeon crawlers poderia jogar um destes 3 indies.

Caça ao Indie

Gunnihilation o Bullet Hell vindo dos Céus

Às vezes não precisamos de muita coisa, a simplicidade é a chave da diversão neste mundo.

Caça ao Indie

Na língua dos Ps: Plataforma, puzzles e postalgia

O retro está tão na moda no mercado indie. Mas apesar de tudo, retro não começa pela letra P.

Caça ao Indie

Oh No! Bugs! – Oh no! Bugs!

Há jogos que nasceram para ocupar uma cabine, com dois sticks e dois conjuntos de botões, Oh No! Bugs! é um deles.