Rapaz-Ventoinha

Eu sou o Terror que esvoaça na noite

Darkwing Duck não é apenas uma das melhores séries de animação da Disney: é também um brilhante jogo para NES/Game Boy.

Rapaz-Ventoinha, Star Wars Junkie

Inside the X-Wing

Achei digno que o primeiro Rapaz-Ventoinha do ano fosse dedicado a Star Wars.

Rapaz-Ventoinha

A derradeira prova de fanboyismo

No último Rapaz-Ventoinha do ano trazemos um jogo que é mais do que isso: é uma ferramenta para pôr à prova o verdadeiro fanboy.

Rapaz-Ventoinha

O caso curioso do Professor

Amado por uns e ignorado por outros Professor Layton é sem dúvida um marco nos jogos da Nintendo.

Rapaz-Ventoinha

Ghost Trick: Phantom Detective

Da mente do criador de Phoenix Wright, Ghost Trick: Phantom Detective é uma das grandes jóias-fantasma da Nintendo DS e da Capcom.

Rapaz-Ventoinha

Neverending Fantasy

Quantos de nós não quisemos ter a nossa Neverending Story misturada com Final Fantasy? A Nintendo deixou-nos ter isso mesmo há uns anos atrás.

Rapaz-Ventoinha

Advance Wars: o portão dourado de Fire Emblem

Advance Wars não é só um dos melhores jogos do Game Boy Advance. É também um dos melhores turn-based strategy algumas vez criados.

Rapaz-Ventoinha

À memória mais profunda de quem e do que amamos

Quando um videojogo está impregnado da memória de alguém que amamos e que já partiu, esse é um momento para celebrá-lo. E para calar a dor.

Rapaz-Ventoinha

Pela Escuridão Eterna

Quem disse que a Nintendo só faz jogos para miúdos?

Rapaz-Ventoinha

Este é o ritmo da noite

Elite Beat Agents é provavelmente um dos melhores jogos de ritmo de sempre. E é também o mais cool. Como a Corona nos anos 1990.