Artigos de Pedro Nunes

Caça ao Indie

A preguiça não compensa. Galactic Lords

Quando 1€ é caro demais para o que um jogo nos tem para dar.

Caça ao Indie

Indecision. (ponto final): Um passeio não sei muito bem onde

A melhor maneira que tenho para descrever Indecision. seria compará-lo com um festival de curtas metragens.

Caça ao Indie

CONTRA… tudo e contra todos: Clash Force

Lembram-se do Contra? E do Mega Man? E do Metal Slug? Também o criador de Clash Force se deve ter lembrado.

Antevisão, Observador

Ni no Kuni II Revenant Kingdom, a magia de jogar um filme dos estúdios Ghibli

A convite da Bandai Namco estivemos dois dias num castelo em Kent a conhecer Ni no Kuni II Revenant Kingdom em primeira mão.

Antevisão

Crest – Como ser um Deus Omni(im)potente para totós

Crest mostra-nos que quer queiram, quer não, todos os god games parecem criados por Molyneux.

Opinião

11 anos depois, o Inverno chegou – Titan Quest Ragnarök

Estava uma manhã solarenga quando recebo a bonita mensagem: “Ei olha! Saiu uma expansão para o Titan Quest!”

Lisboa Games Week 2017, Opinião

Jornalando pelo Lisboa Games Week: uma galinha na capital

Porque é que uma galinha atravessa a estrada? Para ir ao Lisboa Games Week.

Opinião

Morrowind, o regresso ao passado

Em Morrowind há um claro propósito e uma sóbria ligação entre todos os passos que nos levavam de e para cada ponto de exclamação no vasto mapa de Elder Scrolls.

Opinião

Boor : Uma história entre mim e eu

Boor decidiu o que queria ser, e não tenta ser mais que isso, um belo jogo de plataformas/puzzles que tenta envolver o jogador num processo de speedrun mental.