Artigos de Roberto Gil

Opinião

Um “Não Top” fim de ano, com um elogio no final.

O Roberto Gil apresenta um “não top” de fim de ano com as reflexões recomendações de um pai galinha. São só dois títulos, mas vale a penar ler.

Caça ao Índio

Just Hero – Feat. Mariana Mortágua

Just Hero é um jogo de plataformas sem pretensiosismos em que encarnamos a personagem de um “homenzinho” verde com um chapéu de feiticeiro que vai caminhando e saltando por um mundo com estranhas semelhanças com aquele de um certo canalizador.

Caça ao Índio

Goliath: David e Golias

Goliath permite-nos ser David e ser Golias, mas nunca ao mesmo tempo. A dicotomia entre um e outro é bem explorada pelas vantagens e desvantagens de assumir cada uma das formas.

Caça ao Índio

Excubitor um tower defense de acção.

Excubitor: a última instância de um formato que acompanha o videojogos há décadas. À tradição unem-se elementos novos que prometem cativar os jogadores.

Caça ao Índio

ShellShock Live: Fui à guerra (quase) sozinho

ShellShock Live, um divertido multiplayer 2D com tempero retro.

Lisboa Games Week 2015

O meu amigo Fábio venceu a competição de Cosplay da LGW

A vitória de um amigo pôs-me a pensar sobre cosplay.

Opinião

Fui ver o Hitman Agent 47

A Galinha foi ao cinema ver o Hitman Agent 47.

Antevisão, Gamescom 2015

[Gamescom 2015] Warhammer End Times: Vermintide

Warhammer End Times: Vermintide, nova aposta dos suecos da Fatshark, Um first person cooperativo para quatro jogadores que nos surpreendeu.

Gamescom 2015, Star Wars Junkie

[Gamescom 2015] Disney (Star Wars) Infinity 3.0

Estivemos na apresentação do novo Disney Infinity 3.0, em Colónia. Deixamos aqui os nossos pensamentos.