Caça ao Indie, Opinião

LEGRAND LEGACY, a homenagem indie a FFVI

Muitas dos jogadores que se deixaram mergulhar no mundo de Midgard e Gaia são hoje game developers e alguns deles querem produzir algo que se aproxime desse jogo tão marcante para si.

Board Games & Chicken Wings

Crosstalk: aquele jogo que justifica (mas não desculpa) as conversas cruzadas!

Crosstalk é um party game no qual a eficaz conversa subtil é a competência a adquirir para a vitória.

Análise

Nantucket: um grande jogo navega marés silenciosas

Nantucket está interligado ao clássico literário Moby Dick, e soube transformar-se num dos melhores jogos deste início de ano.

Hens of Pen and Paper

RPGS: há uma tabela para isso

Nem todas as ferramentas disponíveis e usadas num jogo de RPG de mesa são de uso exclusivo do DM/GM ou dos jogadores. Algumas delas…

Momento Zen

Previsões para o Ano do Cão

Acabou o ano da Galinha, entra o ano do Cão.

Caça ao Indie

Ayo: a lenda da chuva aborrecida

Ayo é a prova de que nem sempre os melhores argumentos para fazer de um jogo bom, efectivamente o fazem.

Caça ao Indie

A preguiça não compensa. Galactic Lords

Quando 1€ é caro demais para o que um jogo nos tem para dar.

Observador, Opinião

Monster Hunter: World. Quando a caça ao monstro é para quase todos

Monster Hunter: World é o mais recente título de uma das séries de maior sucesso da última década. Uma iteração mais acessível, mas ainda sem facilidades.

Opinião

Dissidia Final Fantasy NT: muito fan service, poucos seios

Dissidia Final Fantasy NT é apenas aquela coisa que devem comprar se perceberem que aquela nota de 50€ está a mais na vossa carteira.