Horror

Caça ao Indie

Preparado para a NEStalgia

A NES é indubitavelmente uma das maiores influências do do game dev mundial. Que o digam estes 3 jogos indie.

Caça ao Indie

Vou-te ensinar a contar uma história para te gelar o sangue

Há muitos indies na primeira pessoa investidos em deixarem-nos colados à cadeira, seja pelo “suave” thriller ou por um ambiente de verdadeiro terror psicológico.

Caça ao Indie

A noite é indie e cheia de horrores

Há indies que são obras de horror. Há outros que são só um horror.

Mystery Box

Mystery Box #6

Já ouviu falar de Lucius Demake? É a pergunta que Isaque Sanches nos faz este mês.

Opinião

O primeiro jogo português para PSVR já chegou

Syndrome em PSVR não vai fazer crescer a quota de mercado do jogo por si só, mas tem uma importância cabal para o mercado game dev português como um todo.

Opinião

Conarium e o vértice da loucura lovecraftiana

É a excelente união entre ambiente e narrativa, entre loucura e mistério que fazem de Conarium verdadeiramente lovecraftiano.

Opinião

Outlast 2, o horror verdadeiro e os outros, como Roots of Insanity

Outlast 2 e Roots of Insanity estão em extremos opostos do horror e qualidade de execução.

Opinião

Little Nightmares: de profundis clamavi ad te

Little Nightmares move-se no canto escuro dos nossos medos, a matéria-prima onde os pesadelos nascem e onde toda a razão é destruída pela emoção.

Caça ao Indie

O mundo sempre na primeira pessoa

Vemos sempre a nossa vida a passar na primeira pessoa. E por falar nisso, têm ideia de quantos jogos indie na primeira pessoa saem por semana?

Caça ao Indie

Como é que se diz japonerie em Francês?

Em que é que este devaneio histórico-artístico da japonerie contribui para a nossa Caçada Semanal desta semana? Pouco.