Plataformas

Rapaz-Ventoinha

Ducktales: Whoo hoo!

É preciso dizer mais alguma coisa?

Opinião

Poochy & Yoshi’s Wooly World

Yoshi’s Wooly World é um dos melhores jogos da Wii U. Mas o que é que se perdeu nesta transposição para a 3DS?

Opinião

Toby na beleza da escuridão

Já saiu há uns anos para PC, agora está em consolas, Toby: The Secret Mine terá passado o teste do tempo?

Essenciais Rubber Chicken

Os Essenciais Rubber Chicken – Plataformas

Começamos aqui a série Essenciais Rubber Chicken. Os jogos que a equipa acha que toda a gente deve jogar, nem que seja só uma vez na vida. Este é dedicado a jogos de plataformas

Rapaz-Ventoinha

A derradeira prova de fanboyismo

No último Rapaz-Ventoinha do ano trazemos um jogo que é mais do que isso: é uma ferramenta para pôr à prova o verdadeiro fanboy.

Ataque dos Clones

O dia em que o Toad salvou o Natal

Existe um cartucho para NES em que o Toad tem a sua própria aventura de Natal. É verdade. Juramos pelo Menino Jesus.

Post Scriptum

Ico – Quinze anos depois

Ico foi provavelmente uma das minhas maiores lacunas enquanto jogador durante imenso tempo. Mas qual a visão correcta sobre um jogo com quinze anos?

Caça ao Índio

Caçada semanal #32 Do alto das plataformas

O mercado indie tem mantido vivo o amor pelos jogos de plataformas.

Caça ao Índio

Hiiro – Um passeio sem pressas

Hiiro: um pequeno jogo que tem mais do que a mostra à primeira vista.

Caça ao Índio

Until i have you

Until i have you é imperdoavel com erros ao mesmo tempo que comete alguns mas não deixa de ser divertido por isso.