RTS

Opinião

They Are Billions – Mais c’as Mães!

Imaginem Age of Empires, mas se este vos quisesse magoar e estivesse recheado de milhões de zombies. Isso é They are Billions!

Antevisão

Forged Battalion e o possível regresso dos RTS

Tudo é passageiro no mundo: algo que é tão importante e relevante hoje que não conseguimos abrir os olhos sem uma referência a isso…

Caça ao Indie

Antecipa-me, com a tua máquina de podar!

Early Access: 3 bons exemplos, ou como pedimos ao mercado indie para nos surpreender de vez em quando.

Opinião

Avante, camarada rato, avante

Tooth and Tail celebra a Revolução contra o imperialismo selvagem. Mas fá-lo com ratos e outros animais.

Opinião

Cogumelos mágicos

Mushroom Wars 2 entra para o Top 10 de 2017 do Marco, não pelo quão o jogo é poderoso em grafismo, mecânicas, mas sim pelas horas de diversão e desafio.

Caça ao Indie

HYPERNOVA: Escape from Hadea

HYPERNOVA: Escape from Hadea é um tower defense mas é mais, muito mais do que isso.

Opinião

War for the Overworld: as saudades que eu já tinha de Dungeon Keeper 2

Dungeon Keeper 3 nunca chegou a sair pelas mãos da Bullfrog. Mas War for the Overworld vem suprir essa falha.

Opinião

Steel Division: Normandy ’44

Steel Division: Normandy ’44 é um dos melhores, senão o melhor jogo da série Wargame já lançado.

Opinião

Warhammer 40K: Dawn of War III – o RTS para os dias de hoje

Warhammer 40K: Dawn of War III está a meio termo entre as mecânicas do primeiro e segundo jogos, e entre um RTS e um MOBA.

Caça ao Indie

Forts, como jogo, está forte!

  Lançado a 19 de Abril, Forts traz de volta e mistura conceitos de jogos como Worms ou do velhinho Gorillas, lançado em 1991…