Bem-vindos ao Chicken Retro.

Nada melhor que inaugurar esta rubrica de regresso ao passado com um clássico acabado de chegar ao baú do Rubber Chicken. Ainda está quentinho e pronto a entrar na respectiva consola, para de lá não sair tão cedo. Considerado por muitos como o melhor videojogo de terror de sempre.

 

Silent Hill 2 (2001)

Toto, i’ve a feeling we’re not in Kansas anymore. Uma frase que ilustra bem aquilo que os jogadores irão sentir ao jogar a obra-prima da Konami. Se o primeiro jogo da série nos introduziu ao terror psicológico de uma forma única e que cortou com a tendência do survival horror pós-Resident Evil, Silent Hill 2 elevou os videojogos a um nível de impacto narrativo e pessoal que supera qualquer aventura cinemática que joguemos actualmente. Aquando do seu lançamento foi criticado pelo seu ritmo lento, por obrigar o jogador a fazer nada durante longos períodos de tempo, pelo seu combate hirto e pouco fluido, mas sempre marcando fortemente quem o jogava.

 

Com o passar dos anos foi-se tornando exactamente na referência de como o ritmo de jogo deve envolver os jogadores,  como a estrutura narrativa nos torna investidos sobre as personagens e o seu mundo, e de como o silêncio pode ser mais poderoso do que a banda sonora mais épica de sempre.

Silent Hill 2 é um jogo adulto, não do ponto de vista tecnológico, mas sim artístico. Aborda temas terríveis, espelha em nós emoções de culpa, medo, raiva e tristeza de uma forma aterradora, tornando-nos vítimas dos nossos próprios medos e inseguranças. É também um exemplo de como os jogos não têm de ser divertidos. Têm sim de ter a capacidade de fazer o jogador se sentir investido sobre eles, nem que seja com sentimentos assoladores e enfermeiras imundas, de roupa sugestiva e cabeça grotesca.

 

A edição original do jogo traz dois discos, sendo um deles making of. A cópia que conseguimos está em muito bom estado, apenas com algum desfalecimento nos cantos do cartão, que é natural após cerca de 11 anos. Tivemos de tirar autocolantes da caixa…um crime!

O manual de instruções está em perfeito estado, muito informativo e de design cuidado. Uma coisa estranha é o facto de todas as personagens na sua descrição terem a seguinte informação:

Idade: Desconhecida. Ocupação: Desconhecida.

James Sunderland é o único que na ocupação tem simplesmente, protagonista. Por isso, se estiverem desempregados e vos perguntarem o que fazem na vida, respondam que são protagonistas. Porque no fundo, somos todos.

O DVD de conteúdo bónus vem repleto de coisas boas, sobre Silent Hill mas também de outras franquias da Konami. Alguns trailers menos conhecidos, galeria de imagens, vídeo de um evento de Silent Hill realizado em França, um excelente documentário de making of e informação biográfica das mentes responsáveis por esta série de sucesso.

Em baixo o manual de instruções.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Silent Hill é uma série com um grupo de fãs muito fiel, com uma paixão enorme pelo seu canon, personagens e suas interligações entre jogos e as temáticas e simbolismos da cidade oculta. E por Pyramid Head claro, um dos vilões mais icónicos de sempre, com um forte simbolismo e ligações metafóricas com Silent Hill, e mais fortemente com o protagonista deste segundo jogo, James Sunderland. Também as enfermeiras demoníacas se tornaram numa imagem de marca da série, e foi Silent Hill 2 que cimentou o seu aspecto reconhecível em qualquer lado.

É fácil perceber o porquê da importância de SH2 para os jogos de terror em geral, e a saga em particular, pelas temáticas que aborda, pela influência de filmes de terror mais psicológico, e pelo design de monstros único, imitado por um sem número de jogos desde então. Nunca se referiram a um jogo ou a monstros, descrevendo-os como sendo “tipo Silent Hill”?

Em breve contamos partilhar aqui uma retro análise do Silent Hill 2 original, versão Playstation 2, em toda a sua glória de baixa definição. Em baixo, arte conceptual e imagens da excelência visual que dá vida ao universo tenebroso da pequena cidade envolta em nevoeiro, onde todos os nossos segredos serão revelados.