É verdade que já andavam algumas movimentações pela internet que anunciavam um possível leak deste “jogo”, e a realidade é que quando percebi que era verdade acabei por sentir sentimentos contraditórios em relação a ele.

Para começar, eu acho que pouco ou nada falta fazer com Super Mario Bros, e por isso ele esteja em risco de se tornar em médio prazo como um vaca que deixará de deitar leite. Portanto parece-me algo excessivo que se lance mais um produto em torno desse jogo, ainda por cima algo que mais parece um bónus de outro jogo do que um objecto isolado.

Um editor de níveis do Super Mario Bros é algo engraçado à primeira vista pelo possível factor de trolling que a aplicação pode atingir. Criarmos níveis impossíveis ou quase impossíveis de ultrapassar, recheados de momentos impregnados de frustração para aborrecer os nossos amigos até enrubescerem de ira será um dos pontos fortes de Mario Maker. Isso, enquanto oscilamos entre uma estética 8 bits e actual.

Ainda assim, apenas o preço de lançamento decretará se estamos perante um roubo gigantesco ou de uma aplicação curiosa que terá “pano para mangas”.