O primeiro grande evento de videojogos em Portugal teve lugar há 5 anos. A primeira edição do Lisboa Games Week decorreu a 6 de Novembro de 2014 e, de lá para cá, todos os anos ocorreu uma nova edição. O Lisboa Games Week foi idealizado e criado pela E2Tech e realizado em conjunto com a associação AIP, detentores da FIL-Feira Internacional de Lisboa. É certo que houve outros eventos anteriores ao Lisboa Games Week tais como o Minho Campus Party e a XLParty. No fundo, estes eventos não eram mais do que Lan Parties que pouco apelavam às marcas e ao público em geral.

O sucesso do Lisboa Games Week, que seguia a trend dos eventos internacionais como E3, Gamescom, Paris Games Week etc…, foi muito conseguido porque a indústria apresentava em primeira mão os seus novos produtos e jogos, dando assim conteúdos ao evento que muito  apelavam ao público. É claro que há outros pontos de interesse nestes eventos tais como Esports, Youtubers, Streamers, etc… mas os grandes patrocínios e conteúdos das marcas foram e são fulcrais para o sucesso destes mega eventos. Por exemplo, uma participação da PlayStation no Lisboa Games Week costuma estar associada com o anúncio de mais de 100 postos de experimentação em que são apresentados muitos jogos novos ou mesmo jogos que ainda nem saíram no mercado.

Mas repare-se na vertente mais comercial destes eventos. Quanto podem custar os mais de 100 postos de experimentação da PlayStation? Poderá este investimento ascender os 80000 euros, isto se considerarmos que cada posto possa custar perto de 800 euros, mais o booth e mais os recursos humanos? E a PlayStation Portugal é apenas um dos parceiros do evento…  Se considerarmos ainda os anúncios de 60 mil bilhetes vendidos, que se fizermos as contas por baixo (os mais novos usualmente não pagam bilhete) chegamos a possíveis receitas de mais de 400 mil euros: são números impressionantes e que demonstram o quão lucrativos podem ser estes eventos. A realização de um mega evento de videojogos não é barata mas pode, mesmo assim, ser lucrativa e daí as “guerras” entre produtores destes eventos para que consigam ter o melhor e mais lucrativo evento de videojogos.

O Lisboa Games Week mostrou a viabilidade destes eventos em Portugal e, como consequência,  deu-se a proliferação destes eventos em Portugal. Enumere-se alguns dos grandes eventos Gaming em Portugal em 2019:

-Iberanime, 18 e 19 de Maio na FIL

-Worten Game City, 31 de Maio a 2 Junho na cordoaria nacional

-Moche XL, 15 e 16 de Junho no Altice Arena

-Comic Con Portugal, 12 a 15 de Setembro no passeio marítimo de Algés

-Iberanime, 12 e 13 de Outubro na Exponor

-Lisboa Games World (nome provisório (?) mas com marca já registada), 14 a 17 no Altice Arena

-Lisboa Games Week, 21 a 24 de Novembro na FIL

E estes são só alguns exemplos. As câmaras municipais também têm feitos grandes investimentos e este ano teremos eventos de média/grande dimensão em Cantanhede (Expofacic), Famalicão (Famalicão Extreme Gaming), Loulé (Loulé Games Fest) entre outros.

Eu, de 2007 a 2018, estive a colaborar com a E2Tech na organização de eventos. Durante estes anos verifiquei a evolução destes eventos de videojogos. Na altura da XLParty, o público alvo eram principalmente jogadores de PC que queriam conviver e competir durante 2 ou 3 dias. O público em geral via este género de eventos para os “taradinhos” dos jogos de computador. Com a participação directa da indústria partiu-se para uma evolução destes eventos com uma forte área de exposição e experimentação. Este novo formato de eventos mais as competições de Esports  conseguiu atrair simultaneamente um público mais vasto e manter os jogadores “mais profissionais”. Aliás, a acompanhar esta evolução dos eventos, proporcionou-se uma maior profissionalização das competições de Esports e estes eventos providenciavam as finais dos grandes torneios nacionais de Esports. O Lisboa Games Week  agregou não só algumas destas grandes finais como conseguiu ainda angariar um grande número de espectadores de Esports que ia especialmente ao evento para esse efeito. O passo seguinte e que, sejamos francos, fez com estes eventos fossem para o grande público, foi recrutar Youtubers. Os mais novos queriam ver os seus ídolos e, por acréscimo, levavam atrás pais e avós.  E esse é ponto da situação actual, o Lisboa Games Week atrai público para conhecer as novidades do mercado, atrai público que quer competir  ou ver competições e  atrai público que quer ir ver os seus companheiros de Youtube.

As guerras de bastidores que neste momento existem para que se tenha o melhor evento são notórias. Esta guerra de tronos torna-se ainda mais evidente com o fim da parceria da E2Tech e a AIP-FIL. Na mesma semana, iremos ter dois eventos: o Lisboa Games Week e o evento com nome provisório Lisboa Games World. É certo que a concorrência costuma ser bom para o público mas Portugal terá mesmo capacidade para ter 2 eventos gigantes na mesma semana e até na mesma rua? Não poderiam ter feito um no Norte? Estou muito céptico com esta guerra…. Não tenho interesse em Youtubers, não me interessa muito os Esports porque até nem sou adepto de CS ou de FIFA…por isso procuro conteúdos diferenciados. Espaços tipo Indie Dome ou Indie X, espaços que existiam no antigo Lisboa Games Week de exposição jogos indie, são claramente um dos espaços que mais me atrairá para ir a estes novos eventos. Não me interpretem mal, é óbvio que quero ir ver em primeira mão os jogos PlayStation ou Nintendo ou XBOX que serão lançados no ano seguinte, mas ver o Indie X ou ver os jogos Retro é do que mais me apela a ir a um evento de videojogos. Esta semana fui ver o Worten Game City by Rock in Rio. O evento estava bem desenhado mas realizou-se num espaço não muito apropriado. Não creio que tenha tido um plano de comunicação eficaz e achei o evento com muito pouco público. O Worten Game City estava muito giro mas teria conteúdos para que me fizesse pagar bilhete?…

Com tantos eventos, qual o evento que melhor me serve?

Obviamente que a resposta depende de pessoa para pessoa, mas esta resposta é muito difícil de dar pois quase nada se sabe dos conteúdos destes eventos. Por exemplo, o Moche XL Esportsacontecerá daqui a 14 dias e no site não encontro o programa e nem estão confirmadas todas as equipas que estarão presentes no evento. O site fala de Skate mas de competições de videojogos não sei quais as que existirão e quais delas poderei participar…

Eu darei preferência a um evento com conteúdos atractivos e diferenciados de videojogos. Como para já não encontro isso, provavelmente ou vou a todos ou não vou a nenhum…

Nota do editor: editado às 23h54 de dia 3 de Junho, já que os números de investimento da PlayStation são especulação do autor, e não correspondem a dados oficiais.