Hoje vamos fazer um artigo rápido e híbrido. Um Ide jogar, É grates! combinado com um Touch Me onde vamos olhar para três jogos que me têm enchido as medidas a custo zero.

Yup.

Grátis.

Ou tão grátis como jogos grátis podem ser hoje em dia. Se são bons jogos é discutível mas isso vai depender dos gostos.

Gems of War

Gems of War na Switch não é nada mais que um clone de Puzzles and Dragons só que, faltando o original é um clone muito bom. É um match 3 “estratégico”. Fazemos combinações de cores para encher os nossos soldados de mana e consequentemente derrotar os nossos inimigos. Tal como em todos os jogos destes a vertente pay to win está lá mas não é obrigatória. Podemos jogar o modo single player sem a utilizar apesar de necessitar mais grind. Já se formos entrar no mundo PvP será mais que obrigatório investir dinheiro ao fim de uns combates. Como jogo casual ou um pouco mais é uma boa opção com bastante carne à volta do osso e um tutano suculento.

Color Zen

Apesar de também ter cores envolvidas, Color Zen não podia estar mais longe do ambiente de Gem Wars. O objectivo é encher o ecrã da cor do seu rebordo. É simples e muito relaxante, mesmo quando falhamos não nos sentimos frustração ou ira. O seu propósito é ser uma distracção calmamente e atinge esse objetivo mesmo nos níveis de dificuldade mais avançados. O Ricardo já o analisou há uns anos, não vou acrescentar nada a não ser que agora, tal como toda a gente mais a mãe e o cão, está na Switch.

Marginalia Hero

Saímos da Switch e entramos em Android para um jogo que não é nada de especial, é um simples jogo de ritmo para tocar no ecrã na altura certa contudo, só que tal como tantas coisas na vida, a sua arte gráfica torna-o melhor.

Antes de mais vamos definir que marginália é o nome de anotações nas margens de livros mas também as iluminuras que monges medievais faziam nas escrituras, monges esses que deviam dar forte em substâncias alucinógenicas porque desenhavam coisas assim:

Se fosse um coelho montado num caracol com cabeça de homem barbudo também ficava surpreendido com um cão às cavalitas de outro coelho.

Em Marginalia Hero lutamos contra estas figuras. Todos os cenários e personagens são retirados de iluminuras reais o que dá valor ao trabalho de investigação feito, elevando um jogo corriqueiro para algo mais. Especialmente porque estou à espera de lutar contra um Boss destes:

Nem sei o que isto é suposto ser…

Podem não ser grandes jogos mas recomendo que testem. São gratuitos, não têm muito a perder.