Anteontem, dia 10 de Dezembro foi o State of Play da PlayStation, algo que para mim tem uma sonoridade quase de discurso presidencial em que são revelados os alinhamentos dos astros da marca da Sony para o futuro próximo.

Dos vários anúncios feitos o maior destaque vai provavelmente para Predator: Hunting Grounds feito pela IllFonic que esteve presente para teste no MOCHE XL Games World e também na Lisboa Games Week este ano e que contou desta vez com a revelação de poder ser criado uma Predator. Além de ser mais inclusivo para as jogadoras, esta opção conta com armas exclusivas como um arco e estará disponível a partir de 24 de Abril de 2020. Hunting Grounds é um jogo multiplayer de acção em que quatro jogadores formam uma equipa para caçar um quinto jogador. As diferentes dinâmicas possíveis neste jogo vão ser um dos seus pontos fortes. Além de poder andar a fazer o “crrrrrrr” característico do Predator. 

Também tivemos o trailer de lançamento de Resident Evil 3 Remake que estará disponível a 3 de Abril e que se espera que siga o sucesso do seu antecessor que foi lançado este ano. As melhorias gráficas são visíveis imediatamente, se foi possível fazer o update de jogabilidade será uma grande aposta. Além do jogo tradicional, Resident Evil 3 Remake conta com um modo 4×1 tal como Predator: Hunting Grounds. Algo que parece merecer um investimento quando for lançado mas só o tempo dirá.

Outros destaques para 2020 são o fantástico Dreams que já cobrimos aqui e tem estado em beta testing apesar de já ser um jogo/motor de criação bastante poderoso e estará nas lojas a 14 de Fevereiro. Dreams terá todo o conteúdo criado pelos jogadores e um modo single player para quem não quiser fazer níveis. Aproveitando as criações todas poderá ser um jogo quase ilimitado. Dreams poderá ser dos últimos grandes jogos da PS4, que marcará uma geração de possíveis futuros Game Devs.

Até finais de Abril de 2020 serão lançados Superliminal um puzzle game em first person que joga com as percepções de realidade e Untitled Goose Game que não precisa de mais palavras do que talvez Honk! e lerem o nosso artigo. Spellbreak, o Battle Royale de feiticeiros também terá um beta fechado no primeiro trimestre do próximo ano, e mostrará se uma espécie de Fortnite do Harry Potter terá pernas para andar. Ou varinhas para agitar…

Sem data especifica para estar nas mãos dos jogadores mas para abrir o apetite dos jogadores foi possível ver um pequeno teaser de Ghost of Tsushima e um anúncio de mais informações nos Video Game Awards. Paper Beast um jogo para Playstation VR onde podemos manobrar um mundo habitado por criaturas de papel. Não há informação concreta sobre o porquê ou o que fazer mas tem um aspecto interessante. Babylon’s Fall tem à primeira vista um aspecto de homenagem a um Soulsgame, mas vindo da Platinum a jogabilidade provavelmente será mais semelhante aos outros jogos da produtora. Irão arriscar numa vertente diferente ou irão trabalhar na sua fórmula vencedora? Saberemos no futuro. Finalmente,  Kingdom Hearts III Re Mind, o DLC da famosa série que incluirá entre outros conteúdos Aerith de FFVII.

Olhando para estes anúncios podemos perceber que a PlayStation está a ter uma aproximação cautelosa a este fim de vida da sua quarta consola. Vinte e cinco anos depois do lançamento da sua máquina de jogos original e prestes a lançar a sua consola de nova geração os lançamentos exclusivos são poucos, quase a conta gotas para manter os fãs a salivar o que virá com a nova. Uma estratégia interessante de que se espera que o lançamento da PlayStation 5 seja recheada de bons jogos. Faltou informação sobre Final Fantasy VII Remake.