Sou um gajo simples, vejo um jogo de estratégia por turnos com mechas pego nele. E Mainframe Defenders, à venda no Steam, é um desses casos.

Xcom é a influencia mais óbvia. Mas como joguei mais Front Mission parece-me o mais próximo deste, se bem que muitíssimo mais simplificado.

O aspecto gráfico base e muito verde pode-vos parecer tudo muito repetido nas primeiras jogadas.

Falando primeiro no aspecto gráfico do jogo: parece-me que a intenção foi criar algo similar aqueles jogos de computador dos finais dos anos 1970 ainda jogados em ecrãs de fósforo verde, muito embora neste caso existam mais cores, o verde é predominante, acaba também por ser algo que já influenciou o imaginário do que seria um terminal de computadores por quem vivia nos anos 1970 e 1980 e tentava imaginar o futuro.

As nossas unidades são mechas cada um com a sua especialidade algumas até similares a RPGs de fantasia medieval, como por exemplo o paladino. Umas unidades curam e tem armamento básico, outras tem um alcance de tiro maior que o resto das unidades e por ai.

Inicialmente evitem comprar seja o que for com pontos de missão, arriscam-se a comprar algumas coisas inúteis.

Também há um limite de movimentos umas unidades podem mover-se mais vezes outras estão limitadas a uns quadrantes por turno.

As missões são simples, desde simplesmente eliminar o inimigo a fazer uma limpeza de terminais infectados, a história do jogo é tão simples como os objectivos: o gozo que iremos tirar daqui será mais no equilíbrio da nossa equipa e nos upgrades que fizermos às nossas unidades.

Parece que levaram muito a serio o aspecto retro do jogo, quando o iniciei o jogo estava numa resolução que não via há 20 anos!

O jogo não é muito técnico como outros do género, mas podem contar com muita coisa random que vos pode acontecer, incluindo erros estratégicos que tenham a ver com o vosso setup da equipa e até mesmo outros pormenores como por exemplo sobreaquecimento do equipamento ou uma especialidade que se demonstrou ineficiente para a missão.

É um jogo que pode apelar àquela malta mais nostálgica e que procura um jogo simples no seu género.

O único problema tive e isso é mais pessoal, foi com o aspecto muito básico do mesmo cujo estilo não se torna agradável à minha vista durante mais de meia hora de jogo e nalguns casos difícil de identificar os objectivos de tão simples que estão representados, mas neste ultimo “defeito ou feitio” isso é ultrapassado com mais tempo de jogo.

Vejo aqui potencial e gostaria de ver um editor de níveis para jogar entre amigos, isso iria trazer uma maior longevidade ao jogo!