Alguma vez achaste que usar seres dotados de poderes aleatórios para batalhas ferozes e sangrentas era errado?

Alguma vez achaste que se calhar o melhor era observá-los no seu habitat natural, em vez de os acordar com um choque trovão e atirar-lhes uma bola ao focinho para os tornar nos teus escravos?

Alguma vez achaste que poderias ser o próximo influencer de fotos Pokémon?

Quando saiu o primeiro Pokemon Snap ainda não eras nascido havia Instagram?

Não desesperes, a Nintendo ouviu as tuas preces e vais poder ser o novo influencer fotográfico de Pokémon no seu habitat natural, com o novo NEW (sim, novo new) POKÉMON SNAP!

AVISO INICIAL: EU ADOREI O PRIMEIRO POKÉMON SNAP, e por alguma razão que me ultrapassa, é capaz de ter sido o meu jogo Pokémon favorito tipo. . . de sempre?

Joguei Pokémon religiosamente até eles saírem para uma consola que eu não tinha, portanto até ao Pokémon Rubi/Safira/Esmeralda, marchou tudo, até o Pokémon Pinball, e aquele Puzzle Game que era tipo um Tetris de trocar peças? FOI TUDO.

Então quando vi este anúncio do New Pokémon Snap fui logo a correr comprar umas lentes novas para a câmara, um boné cheio de estilo e fiz-me à estrada.

O professor que provavelmente é conhecido, mas não era dos jogos que eu joguei tinha uma missão extremamente importante para mim: havia uns Pokémon que brilhavam muito, (fenómeno diferente dos já conhecidos Shinies, que são versões tuning de Pokémon normais) que eram um fenómeno nunca antes observado, os Pokémon : Illumina.

Como já é sabido, no mundo Pokémon, sempre que há algum fenómeno extremamente raro e importante de ser investigado, a melhor pessoa para o serviço será uma criança de cerca de 10 anos, e desta vez não foi exceção.

  • Ir para o meio do mato com seres selvagens? PODES
  • Vulcão cheio de lava? PODES
  • NAS PROFUNDEZAS DO OCEANO ONDE EXISTEM POKÉMON QUE TE PODIAM ENGOLIR DE UMA SÓ VEZ? Na boa.
  • Conduzir a viatura para poderes explorar melhor? Nop, nada disso, ainda és muito jovem para ter carta.

 

Para toda a gente que está a ler e a pensar: OK, mas é só tirar fotos?

(Liga o sotaque de Cascais)

O futebol também é só correr e chutar a bola tá bem?

O New Pokémon Snap é um sucessor bastante fiel ao Old Pokémon Snap, no sentido em que as mecânicas são quase exatamente as mesmas: desde a Câmara fotográfica (com Zoom), as maçãs para atirarmos aos Pokémon (Para os fazer virar para nós, para os atrair para um sítio mais fotogénico, etc.), uma musiquinha da moda (que vos vai ficar na cabeça durante a noite), uma bola de energia que faz os Pokémon fazerem as coisas com mais pujança e um radar que faz um barulho bastante incómodo.

 

Com este conjunto de ferramentas temos que aliciar, enganar, atrair, afastar, enervar, chatear, vilipendiar (e várias outras palavras acabadas em ar) os Pokémon.

Na minha perspetiva, Pokémon Snap é uma espécie de Puzzle game, onde há aquele enigma escondido que temos que desvendar para tirar a melhor foto. Temos que atirar uma maçã perto daquele buraco para o Pinsir sair de lá, fazer um caminho de maçãs desde esse Pinsir até ao Heracross que acordámos com o barulho do radar, e atirar a bola de luz para um deles de cada vez para termos uma luta épica mesmo em frente da nossa lente? (Sim, acabei a ter que fazer os Pokémon lutarem na mesma).

capture_slider_08.jpg

Temos também que estar atentos ao posicionamento do Pokémon (se está centrado na foto), à pose que ele está a fazer, ao tamanho dele (não é um problema com o Wailord), se há outros Pokémon a embelezar o cenário, e se o fundo da fotografia também é apelativo.

Os níveis vão ficando também mais complexos conforme vamos tirando mais e melhores fotos neles, fazendo com que mais Pokémon tenham a coragem de interagir connosco, o que nos pode até deixar por vezes desbloquear rotas novas (usando a força de algum Pokémon que atraímos para partir aquelas pedras chatas que bloqueavam o caminho) até ao extremo que é o professor deixar-nos ir para a cama mais tarde para podermos explorar o mapa durante a noite.

Tirando estas rotas alternativas, o caminho e o comportamento dos Pokémon é sempre o mesmo, portanto imagino que eles já tenham isto combinado entre eles e alguém os avisa para se colocarem nas suas posições sempre que alguém lá passa.  Graças a isso a Nintendo conseguiu criar IMENSAS situações fantásticas que vão fazer as delicias dos jogadores durante muito, muito tempo. Aliás, arrisco-me a dizer que há algumas fotos de situações que consegui completamente à sorte, que acredito que sem ir ver à internet como se fazem, outras pessoas não conseguiriam encontrar propositadamente.

OS MAUS DA FITA DO GAMEPLAY:

Apesar de a experiência de jogo ser quase perfeita, (também derivada da simplicidade dos comandos) há alguns pontos que me custam a aceitar. A câmara tem espaço para muito poucas fotos. (Querem-me dizer que há tecnologia para ir em segurança para dentro de um vulcão, mas a câmara não tem memória para sequer 80 fotos?). Os controlos pré-definidos são muito estranhos, obviamente que vou querer usar o gatilho para tirar fotos, não o botão B), e as teclas não dão para customizar individualmente.

A velocidade de rotação da câmara é extremamente lenta, felizmente isto dá para mudar, ou usar as setas para fazer uma viragem brusca e só dá para submeter uma foto por cada Pokémon em cada nível, então se apanho o Pikachu em 4 poses diferentes, tenho que repetir o nível 4 vezes porque 3 das fotos vão sempre pro lixo.

Visualmente o jogo está impecável, corre sem problemas tanto com ou sem a dock ligada, todos os 11 níveis estão extremamente detalhados e cheios de vida, com surpresas à nossa espera em todos os cantos. Os Pokémon não são envergonhados, e presenteiam-nos com imensas situações bastante instagramáveis. Os vários níveis diferem muito entre si, e mesmo o modo noturno do mesmo nível parece por vezes um ecossistema completamente novo.

build_illu.png

Também de mencionar as ferramentas de edição de imagem, onde podemos aplicar filtros, autocolantes e toda uma panóplia melhorias a todas as fotos. Se formos subscritores do Nintendo Online podemos ainda fazer upload das nossas fotografias, para os outros jogadores poderem dar gosto, porque é para isso que elas servem não é?

 

Em suma, todos os fãs do primeiro jogo vão adorar o novo New Pokémon Snap (caso os gostos deles não tenham mudado muito nos últimos 20 anos), e qualquer pessoa que queira usufruir de um tranquilo safari pela região de Lental tem aqui a experiência ideal ao seu dispor.

Os gráficos são fantásticos, a longevidade é bastante grande, tem mesmo imensos Pokémon diferentes à nossa espera, a banda sonora é boa (tirando a música da câmara que fica demasiado no ouvido) e tem desafios ao nível de todos os tipos de jogadores (até porque já vi que há um certo Pokémon lendário que eu ainda não encontrei e já passei o jogo todo).