Odeio trânsito. Aliás, eu e a maioria da população mundial. Todos nós menos os administradores da Brisa, possivelmente. 

Mini Motorways – dos mesmos criadores de Mini Metro, esse vício intemporal e um dos mais simples e geniais puzzle games que já joguei – é um city builder depurado em forma de quebra-cabeças. Um jogo de construção de cidades onde apenas construímos as vias de comunicação entre edifícios existentes.

Lançado originalmente no Apple Arcade e culpado por descarregar diversas vezes a bateria dos nossos iPads, Mini Motorways segue o mesmo mindset do seu antecessor. No mapa vão fazendo pop-up como cogumelos de betão algumas formas que representam casas e outros que representam pontos de destino, cada um com a sua cor. Das casas saem carros da mesma cor da casa, que têm de chegar ao pontos de destino da mesma cor, e regressar.

Temos de criar as estradas entre as garagens das pessoas e os seus destinos, sabendo que o aparecimento de novos pontos é constante e que o mapa vai fazendo zoom out à medida que novos nódulos de garagens ou destinos surgem.

A cada Domingo temos a opção de escolher entre 2 recursos distintos, como pontes, túneis ou as mui-amadas rotundas dos autarcas nacionais, e esta é a forma de gerir os curtos recursos de vias de comunicação que temos para impedir que o trânsito se amontoe nas estradas mais movimentadas.

O desafio de Mini Motorways é o de perceber os nós de trânsito de maior afluência e evitar os engarrafamentos, impedindo os constrangimentos de tráfego. Mini Motorways é tão simples e desafiante, que mesmo nas muitas vezes em que temos insucesso vamos querer repetir o nível, e tentar chegar mais longe, preferencialmente dando como concluído o seu desafio.

Os níveis são iconografias simplificadas de cidades reais, o que me deixa com curiosidade autárquica de saber como é que se resolve o trânsito de Odivelas sem ter que obrigar todos os veículos a subirem a Calçada de Carriche. Se alguém acha que os níveis de Los Angeles, ou Nova Iorque são difíceis, é porque o estúdio Dinosaur Polo Club ainda não criou o DLC com Odivelas, Amadora e Almada.