Foi em 1991 que Pricess Maker chegou ao MicroCabin e ao NEC PC-9801, com um sucesso tão grande na criação de um género que acabaria até por ser traduzido para chinês e lançando na China. Um jogo de simulação social no qual temos de conduzir a vida social e o consequente futuro de uma orfã, Maria, onde as nossas escolhas e a atenção que vamos dando às interacções com os aldeões e as opiniões que eles têm sobre ela. Para à época Princess Maker teria já 74 finais possíveis, uma grande inovação e incomparável para qualquer título até então.

As escolhas que vamos fazendo vão definir a profissão de Maria à medida que vai crescendo, de aldeã a Primeira-Ministra, ou até a decisões menos lícitas que a façam seguir um caminho de prostituição na idade adulta. Somemos a todas estas variáveis o facto de as nossas decisões pesarem também a possibilidade de Maria casar e ter filhos, e que tipo de crescimento terá nos 8 anos da sua vida que vivemos no jogo.

Pricess Maker acabaria por ser um jogo de culto, motivando fanlations para MSX, e uma versão remade em inglês que saiu para PS2 e Dreamcast e que chega agora à Switch e PC. Esta é a oportunidade de jogar em inglês o primeiro título de uma série – também ela de culto – que desde a 5a iteração, lançada em 2007, nunca mais teve qualquer novo lançamento. Princess Maker Refine inclui também full voice acting e podemos pôr à prova os nosso dotes de educadores num ambiente ficcional, e perceber que tipo de pessoa Maria será sob a nossa orientação, e se, seguindo o título da série, se a conseguiremos ajudar a seguir o seu sonho de ser uma princesa.

Desde sexta-feira que esta versão disponível no Steam recebeu updates, novos vídeos e optimização e actualização de toda a tradução e voice acting.