Análise

Análise a FIFA 22

FIFA 22 continua a ser um bom jogo de futebol, claramente o melhor do mercado pela oferta da jogabilidade, os modos de jogo diversos e claro, as licenças oficiais atualizadas.

Análise, Caça ao Indie

A Luciana fez-me perceber Dreamscaper

Para mim Dreamscaper veio do nada e arrebatou-me por completo desde a primeira run. Não é o primeiro nem será o último, mas o que raio é Dreamscaper?

Análise, Caça ao Indie

Lost in Random: a sorte é um grilhão na luta de classes

Lost in Random é um daqueles geniais mundos que merecia uma vida para além do brilhantismo que alcançou nos videojogos.

Análise, Caça ao Indie

Press Barra de Espaço

Recompile começa bastante bem, o problema é que cedo temos efectivamente que jogar o jogo, e é aí que os problemas começam.

Análise

Deathloop: Deathgoty ou Deathflop?

Deathloop claramente não é para todos. Está longe da excelência dos títulos anteriores do estúdio francês responsável por Dishonored.

Análise, Caça ao Indie

Infestor: quando as slimes atacam

Infestor é um jogo simples, de pick up and play e de gastar uns euros na Store.

Análise

Análise – Psychonauts 2: jogo de nicho é a tua prima!

Psichonauts 2 melhora em todos os aspectos o primeiro jogo da franquia. Será isso suficiente para o retirar da lata dos jogos de nicho?

Análise, Caça ao Indie

Monster Harvest: o pesadelo de Stardew Pokémon

O loop mecânico de Monster Harvest é uma fastidiosa festa de grind, fazendo dele um festival de potencial perdido.

Análise, Caça ao Indie

Meia hora à Benfica

Apple Slash é muitíssimo curto e será esse o seu maior problema. Foi um teste a ver como as pessoas reagiam. Espreitem a análise para as tais reacções.

Análise

Psychonauts 2: uma nova viagem à mente de Tim Schafer

Psychonauts 2 é um dos grandes jogos do ano. Uma aventura muito própria, uma trip audiovisual com valores de produção impressionantes.