Category - Análise

Bayonetta Origins: Cereza and the Lost Demon, uma aventura pelas páginas do game design

Análise, Crítica

A PlatinumGames quis contar-nos as origens da sua bruxa, o que resultou num jogo muito bem concebido, com mecânicas que foram pensadas ao milímetro.

Rift Rangers fica a milhas do original

Análise, Caça ao Indie

Mesmo com todos os ingredientes para se tornarem um jogo divertido, há alguns casos em que, quer seja para o imitar, quer seja para não o fazer, se perde muito potencial.

Blooby Block passa o tempo a tentar enganar-nos

Análise, Caça ao Indie

Imagino que não seja fácil tocar em todos os aspectos de um jogo quando o estamos a fazer sozinhos. Aqui houve muita coisa a ficar para trás, mas acertou-se no essencial.

Dead Island 2: zombies de Hollywood

Análise

Tal como o primeiro jogo, Dead Island 2 não é para ser muito levado a sério.

Metroid Prime Remastered, excelência em game design

Análise

Metroid Prime regressou, mais bonito e tecnicamente impressionante, não obstante as várias qualidades que tem é o game design imaculado que se destaca.

Falta emoção a Space Gladiators

Análise, Caça ao Indie

Space Gladiators faz tudo o que devia fazer e, em boa verdade, fá-lo bem. Então porque não é capaz de me agarrar permanentemente?

Everspace 2: por galáxias nunca antes navegadas

Análise

Com controlos arcade simples e acessíveis, é impossível resistir ao charme de Everspace 2.

Star Wars Jedi: Survivor – sobreviver ao Império, em grande estilo

Análise

Esta sequela aprofunda muitas das mecânicas do primeiro jogo, tornando-o obrigatório para quem gostou da estreia do Jedi Cal Kestis.

RUSHAWAY é um paraíso para speedrunners

Análise, Caça ao Indie

Com este jogo consegui juntar a velha máxima do anúncio. É nacional e bom!

The Last Spell – ou não!! preciso de mais dois ou três..

Análise

Só posso dizer que aconselho vivamente este jogo e agora vou embora que se aproxima mais uma horda…