Rubricas

Caça ao Indie

Salvé esports da bizarria

Já pesquisaram os desportos mais bizarros do mundo? E os esports?

Caça ao Indie

Só apetece mesmo é andar à chapada

Os 2 indies desta caçada falam de andar à chapada, de forma virtual. Seja com personagens femininas ao estilo anime ou caranguejos. Vale tudo.

Caça ao Indie

El Santo e a sombra de Drácula contra a Lua

Dois jogos na caçada mais noturna de sempre. Ou talvez seja só uma caçada normal.

Caça ao Indie

Dog Duty: a guerra é um trabalho de cão

Até pôr as mãos em Dog Duty não tinha a noção da profundidade mecânica que o jogo possuía.

Caça ao Indie

Orangeblood: 1990s Extreme Waifu Supreme

Orangeblood, JRPG extremo mas vazio.

Caça ao Indie

Há sempre tempo para mais um salto

Culpem o Super Mario Bros. da total ubiquidade dos jogos de plataformas no mercado.

Caça ao Indie

Unrailed: tal como o POTUS, mentalmente descarrilado

Unrailed, um comboio que não pára ao contrário do interesse nele.

A Hora do Meh

O som de ser adormecido pela Mehfalda Veiga

A música da Mehfalda Veiga, à semelhança destes 3 jogos que adornam esta “A Hora do Meh” não é má, mas também não é boa.

Rapaz-Ventoinha

Mario, 35 anos numa vida partilhada

Mario faz 35 anos. A sua vida e evolução acompanhou e marcou a de muita gente no geral e algumas em particular.

Caça ao Indie

#Funtime: uma trip pelo arco-íris do espaço

Nunca dei nos ácidos. Todo o meu imaginário alucinogénico, contudo, envolve caos, cores e o espaço sideral. É o melhor resumo que me ocorre sobre #Funtime.