Rubricas

Caça ao Indie

Os indies a repensarem os jogos multiplayer

Morphies Law e Drone Strike Force lembram-nos o porquê dos jogos indie empurrarem criativamente o mercado.

Ia-me Esquecendo, Rapaz-Ventoinha

Castlevanias of Sorrow: uma Aria ao Amanhecer

Castlevania Aria of Sorrow é dos melhores jogos da série mas foi pouco conhecido para lá da sua plataforma de lançamento

Caça ao Indie

Killer Queen Black: a originalidade incomparável de um bom jogo multiplayer

Já ouviram falar de Killer Queen, um mítico jogo de arcadas para 10 jogadores? E da sua versão com crossplay para PC e Switch?

Caça ao Indie

What the Golf? Uma golf(ahaha)da de ar fresco

O autor deste texto nada percebe de golfe pelo que todas as infelizes tentativas humorísticas foram suportadas pelo útil glossário disponível na página da Federação Portuguesa de Golfe.

Caça ao Indie

Os indies a darem-nos música. Literalmente

Valham-nos os indies para ainda termos boas ideias de jogos à volta de música.

Black Chicken

Investimento na produção Nacional ou como agarrar o touro pelos cornos

Afinal de contas em vez de darem por exemplo “150 mil euros para 3 touradas”, esse dinheiro vai render muito mais para uma localidade só com 3000 habitantes ou à produção de um bom videojogo português.

Caça ao Indie

Exception: combater o malware de arma em punho

Exception pega no conceito clássico dos jogos de plataformas que é percorrer os níveis repletos de obstáculos e inimigos o mais rápido possível, até chegar à meta final.

Caça ao Indie

Para a batalha, camaradas

Battle Planet- Judgement Day e Vicious Circle são dois exemplos indie de jogos que queremos mesmo jogar com amigos.