Kinder Surpresa

Caça ao Indie, Kinder Surpresa

Override: Mech City Brawl, mais uma pérola no ano dos Mechas

Override: Mech City Brawl foi uma pequena surpresa de Natal, um jogo leve sobre criaturas pesadas.

Análise, Caça ao Indie

Beber a tristeza num suspiro gris

GRIS é possivelmente o jogo artisticamente mais deslumbrante que já vi. E possivelmente também será pouco mais que isso.

Caça ao Indie, Opinião

Bohemian Killing: nem tudo são inocentes

Infelizmente, ideias sem capacidade de as transformar em matéria, não passam disso, ideias. Marcin Makaj, teve a ideia e a capacidade de a transpor para o mundo real, daí surgiu Bohemian Killing.

Caça ao Indie

Indie Wars: o regresso dos Indies

Depois de 2 meses sem caçadas semanais de indies, a sub-rubrica regressa em toda a sua glória independente.

Caça ao Indie, Kinder Surpresa

Perseguindo o horizonte longínquo

Horizon Chase Turbo é das melhores surpresas deste ano. Mesmo para quem não gosta de jogos de carros.

Caça ao Indie

Kenshi e a longa caminhada nas Badlands do Early Access

Tendo em conta o seu tempo de desenvolvimento, Kenshi está a sair na altura certa.

Caça ao Indie

Storm Boy: as vagas incessantes dos fait divers

Os mini-jogos, que são os momentos mais interactivos de Storm Boy, têm vários problemas associados.

Análise, Caça ao Indie

Grimmwood – Exploração, sobrevivência e traição

Grimmwood é apresentado como um co-op mmo, em que cada jogador é livre de entrar a qualquer altura do jogo, e desligar o mesmo quando quiser, sem ser prejudicado por isso. Isto se o seu personagem não morrer entretanto.

Análise, Caça ao Indie

Zquirrels Jump: a frenética captura de avelãndoins

Zquirrels Jump é um jogo bonito e apelativo para quem goste de um desafio e uma taxa de cafeína no sangue superior a 5mg/l.

Caça ao Indie

As costas solarengas da portabilidade

Nos últimos 2 anos, vários jogos vão fazendo a migração para as costas da Nintendo Switch, será que Crashlands e Battlezone Gold Edition encontram melhores condições que nas suas origens?