Artigos de Ricardo Correia

Análise

Blood & Truth: o mundo pelos olhos de Guy Ritchie

Com Blood & Truth, o PSVR recebe no mesmo mês o segundo de um conjunto de exclusivos obrigatórios para VR.

A Hora do Meh

Rescaldo das Europeias: A Hora do Meh com Nuno Mehlo

Avaliamos 3 jogos indie meh na companhia de um impersonator profissional de seu nome Nuno Mehlo.

A Galinha dos Ovos de Ouro

[Vencedor] A Galinha dos Ovos de Ouro #10

Já sabemos quem vai receber Torchlight 2, Tribloos 2 e Fabula Mortis.

Caça ao Indie

Heaven’s Vault: como conceber a verdadeira arqueologia linguística

Heaven’s Vault é um jogo eminentemente narrativo, naquilo que é a tradução mais realista possível do que é o verdadeiro trabalho científico e académico da arqueologia, de explorar, investigar e criar um sentido a elementos passados, neste caso, uma língua perdida na memória.

Caça ao Indie

Guard Duty: é mesmo preciso repensar os jogos point ‘n click?

Já dizia o poeta “dêem-me mais aventuras-gráficas, que a vida é nada”. Quer dizer, o poeta falou em vinho, mas como eu consumo mais…

Análise

Generation Zero: coisas estranhas, coisas fracas

O grande crime de Generation Zero é que o seu ponto mais apelativo, o visual, rapidamente se esfuma e nos faz ver o que está por trás: um jogo repetitivo com um loop curtíssimo que envolve pouco mais que destruir robots.

Caça ao Indie

Há tanto espaço para bons indies desenhados à mão

Vejamos o caso dos indies, que com poucos recursos mediáticos têm de conseguir conquistar os seus públicos com o que têm à mão.

A Galinha dos Ovos de Ouro

[Passatempo] A Galinha dos Ovos de Ouro #10

Já se passaram mais de 2 meses desde a última vez que nos juntámos para vos oferecer três jogos que temos aqui a apanhar…

Caça ao Indie

Hell is Other Demons: a canção da depuração

Com uma banda sonora excelente que se ajusta na perfeição com tudo o que Rahm conseguiu fazer com estes 8 bits e uma paleta de cores reduzida, Hell is Other Demons é uma das excelentes surpresas do mercado indie de 2019.

Inspector Geringonças

Ir para o café com a Realidade Virtual

À parte de uma ligeira vergonha e de algum medo pela minha segurança, só não vou ver filmes em VR para o café porque não quero. Porque o Smartphone VR Box 360 da SBS permitir-mo-ia.