Author - Gonçalo Carvalho

The Entropy Centre vive na sombra de um gigante

Análise, Ataque dos Clones, Caça ao Indie

Quando desafiamos o campeão é bom que estejamos à altura das nossas palavras. The Entropy Centre desafiou o campeão, resta agora saber se é só garganta.

The Pinball Wizard tem aquilo que gosto nos jogos indie

Análise, Caça ao Indie

The Pinball Wizard mistura alguns conceitos diferentes criando um jogo algo original. O que podemos pedir mais a um indie?

Lovecraft’s Untold Stories 2 não era o que esperava

Análise, Caça ao Indie

Queria mesmo muito gostar deste jogo, mas acabei por passar ao lado de mais uma lovecraftianice sem ficar muito entusiasmado.

Já vi Flashout 3 em algum lado…

Análise, Caça ao Indie

Flashout 3 vai ao fundo do baú buscar a nostalgia por Wipeout e junta-lhe algumas armas. Não é original, mas também não é mau.

Kirby’s Dream Buffet passou ao lado do toque de Midas

Análise

A Nintendo tem o dom de dar o seu toque característico a géneros populares e torná-los ainda melhores, mas não foi nada disso que se passou aqui.

Koumajou Remilia: Scarlet Symphony apanhou-me por engano

Análise, Caça ao Indie

Descrito como uma coisa que não é, Koumajou Remilia: Scarlet Symphony, mesmo tendo-me enganado até se veio a revelar uma experiência engraçada, porém sofre de um mal terrível.

Um pouco mais de sal e pimenta para Souldiers

Análise, Caça ao Indie

Gradualmente vou gostando mais de metroidvanias e Souldiers estava no meu menu. Escolhi e degustei, mas acho que o meu gosto está a virar gourmet.

Gran Turismo 7 – A mão oculta que nos guia

Opinião

Há várias formas de desistirmos de um jogo, algumas glamorosas e cheias de troféus, outras mais prosaicas, mas também existe o desgaste natural.

Call of Duty: WWII – Onde anda o Call of Duty que me lembrava?

Ia-me Esquecendo, Opinião

Longe vai o tempo em que eu devorava FPS militares. Por vezes tenho alguma vontade de ir picar o ponto, e desta vez fui mesmo. Mas porquê?

Kinduo não tem nada a ver com quizomba

Análise, Caça ao Indie

Kinduo não é bom nem mau, muito pelo contrário. Com um público alvo aparentemente bastante curto, qual será o seu verdadeiro espaço?