Artigos de Óscar Morgado

Caça ao Indie

Apontar é feio, ensinou-me um britânico

Os dois jogos desta semana são aventuras point and click, por entre as tantas que o mercado nos oferece hoje em dia.

Caça ao Indie

O drama da minha vida versus a do meu gato

Os dois jogos desta caçada lembram-me quanto me tive e tenho de esforçar pela minha vida humana e nem sempre tudo corre bem, em oposição ao meu gato.

Ide Jogar, É Grates!, Opinião

Gosto tanto de Final Fantasy XIV como Seinfeld gostava de mulheres

Nota prévia: o Rubber era para ter recebido uma conta completa de FFXIV além do código de Shadowbringers, a última expansão disponível na PS4/PS5.…

Caça ao Indie

Heal: Vamos falar sobre este puzzle chamado demência

Se os videojogos começaram por se focar na diversão e desafio, hoje em dia já amadureceram não só na parte técnica e de valores…

Momento Zen, Opinião

NFS Heat: como baptizei a minha PS5 em Vinho Diesel

Mais do que a NFS, dediquemos um momento a um elogio a Fast and Furious.

Caça ao Indie

Um pato, um gorila e um javali entram numa prisão e…

No que às mecânicas de metroidvania diz respeito, One Escape segue a tradicional fórmula na perfeição.

Opinião

Já não te amo, Pokémon – mas podemos ficar amigos?

Ainda te compro, mas usada, só por causa das tosses dos números de unidades vendidas. Ainda tenho filhos para criar e uma colecção para manter.

Caça ao Indie

Kinetic Edge: fazer gincana com a aula de Geometria Descritiva

Kinetic Edge cumpre a sua promessa e função de nos dar algum brain sex quando não queremos nada de complexo na vida.

Análise, Caça ao Indie

Magic Twins: para jogar com amigos coloridos

Se tiverem com quem partilhar Magic Twins, os €12,99, na verdade são só metade, pois podem partilhar o jogo com quem quiserem.

Análise, Caça ao Indie

Thunderflash: Ikari Warriors, Metal Slug e Tropic Thunder, tudo junto

Ao longo da minha experiência com Thunderflash, esta e outras referências iam-me surgindo à medida que jogava.