Author - Óscar Morgado

Pokémon Company: As Perguntas que Nunca te Farei

Momento Zen

v Ah! Pokémon Legends Arceus, O Jogo Prometido. Tal como um certo queijo, é tosco no aspecto, mas sabe mesmo a Pokémon. Agora que a Pokémon Company nos deu um jogo em condições, acabou-se a crítica amargurada. E…

Escape Simulator: fugir de uma sala de onde não queremos realmente sair

Análise, Caça ao Indie

Um ótimo puzzle game, com uma ótima comunidade a expandir o conteúdo, que ainda seria mais ótimo se tivesse VR.

CLT: a sexualidade feminina em experiência sensorial

Análise, Caça ao Indie

A nível conceptual e visual, CLT cumpre com a expectativa de ser uma experiência duradoura no jogador.

Final Fantasy XV e Rubber Chicken: dois ovos do mesmo Chocobo

Momento Zen, Opinião

Quem desfruta do Rubber Chicken em pleno, fá-lo como eu fiz com Final Fantasy XV – ou não fossem estes dois ovos de platina do mesmo Chocobo.

Há pouco azeite na estrada em direcção ao Horizon

Momento Zen, Opinião

Eu sei que vocês também querem jogar aos azeiteiros, mesmo que tenham vergonha de o admitir.

Trash Sailors: sozinho é lixado e com amigos o lixo é um luxo

Análise, Caça ao Indie

Sim, joguei em solo e cooperativo, e sou levado a concluir que o futuro de Thrash Sailors está no cooperativo.

Pokémon Brilliant Diamond/Shining Pearl: quando se deixa de puxar o brilho aos crachás, eles ficam assim

Análise

BDSP fizeram-me sentir como os crachás do jogo: tanto nos originais como nos remakes, é possível puxar-lhes o brilho num movimento táctil intuitivo.

Mario Party Superstars: Jogo da Glória de outros tempos

Análise, Crítica

Se vão jogar Mario Party Superstars sozinhos, temo que se fartem depressa.

Clones para decorar a casa ou partir tudo

Ataque dos Clones, Caça ao Indie

Os dois indies desta semana não nos trazem esse 2 em 1 de gémeos bonitões a decorar-nos a casa, em que um compra, o outro destrói.

Song of Farca: um emocionante Ace Attorney Cyperpunk de seios desnudos

Análise, Caça ao Indie

Se os visuais não seduzirem, o estúdio não tiver pedigree ou um site mainstream não fizer uma análise, dificilmente estas obras obtêm o alcance que merecem.