Author - Óscar Morgado

What the Golf? Uma golf(ahaha)da de ar fresco

Caça ao Indie

O autor deste texto nada percebe de golfe pelo que todas as infelizes tentativas humorísticas foram suportadas pelo útil glossário disponível na página da Federação Portuguesa de Golfe.

Quando jogar Fantasy não tem nada a ver com RPGs

Opinião

O que acham que gosta de jogar o adepto de futebol? FIFA? PES? Football Manager? Candy Crush? Nenhuma das opções é necessariamente mentira: se gosta de futebol é plausível agradar-lhe a ideia de pegar no Cristiano Ronaldo e…

Fire Emblem: Three Houses – tão épico quanto imperfeito (Acto Final)

Opinião

Esta é a segunda metade da análise deste jogo. Podem recordar a primeira metade aqui. Deixei na primeira metade desta análise a ideia de que Fire Emblem: Three Houses tinha um invólucro de Harry Potter e recheio de…

Fire Emblem: Three Houses – entre Harry Potter e Guerra dos Tronos (Primeiro Acto)

Análise

Fire Emblem: Three Houses já me faz pensar na próxima campanha e mal vou a meio desta. Para já, não o consigo largar.

The Legend of Zelda: Link’s Awakening – 26 anos depois, o que aí vem?

Antevisão

Passámos alguns minutos com The Legend of Zelda – Link’s Awakening. Mas queríamos mais.

Steel Sword Story – uma pérola acorrentada a um PC

Análise

Steel Sword Story estaria perfeitamente adequado a uma Nintendo Switch, sistema Android ou iOS desde que devidamente portabilizado.

Não quero mesmo saber de gráficos

Opinião

Segundo um estudo da Entertaintment Software Association, a associação comercial da indústria dos videojogos nos Estados Unidos, 66% dos inquiridos afirmam que entre os motivos que os levam a adquirir um determinado jogo está a qualidade dos gráficos apresentada.

Octopath Traveler: oito aventuras para quem as sabe apreciar

Análise, Crítica

Octopath Traveler é um jogo onde um vasto conjunto de elementos simples e já bastante vistos se compõe numa tela coerente cheia de subtilezas intencionalmente plantadas para que de uma forma natural o jogador se aperceba das suas relações.

Zelda: Breath Of The Wild – o encanto de não querer terminar um jogo

Análise

A estratégia e o engenho são premiados em toda a medida de The Legend of Zelda: Breath of The Wild, que acaba por ser um pouco como a vida: raramente somos ensinados a fazer tudo, mas quem pensa e executa bem chega mais longe.