action game

Análise

Muito mais que Hotline Katana ZERO

Apesar das limitações mecânicas, Katana ZERO consegue criar cada um dos seus níveis como um puzzle distinto por si só, criando um desafio constante em cada uma das suas onze missões.

Análise

Os dias que já não voltam: Days Gone

Days Gone não é o jogo mais relevante do género ou o mais inovador da PS4, mas é destinado a todos aqueles que adoram a temática dos pós-apocalipses zombies.

Análise

Ape Out: Hotline Bananas

Ape Out, pela violência e abordagem conceptual e estética acaba por encaixar-se nesse segmento de títulos quase naturais da Devolver.

Entrevista

“Days Gone é uma história de amor triste”

Tivemos a oportunidade de conversar com Emmanuel Roth, Senior Staff Animator de Days Gone sobre o ambiente criado, quais as expectativas emocionais num jogo de mundo aberto que se soube construído sobre uma história pesada e provocatória.

Análise

Kontrakt: deslizando pelo alkatrão

Eu queria gostar de Kontrakt. Tem aquele romantismo de ser feito por uma alma solitária que aproveita para depositar num jogo parte das suas…

A Hora do Meh

Aqueles que ficam pelo caminho

Há jogos que ganham corridas e há jogos que ficam para trás porque não conseguem acompanhar a competição.

Análise

Extinction: o outro ataque dos titãs

Attack on Titans demonstra a luta de David contra Golias. Extinction quer beber desse sucesso. Mas conseguirá?

Opinião

World of Warriors para PlayStation 4 mobile

Do mercado mobile em F2P para a PS4 a 29,99€. World of Warriors tem alguns bons argumentos para o entretenimento doméstico, mas traz muitos pecados na bagagem.

Opinião

A terceira pessoa: do inicio do milénio para os dias de hoje

Os jogos de acção na terceira pessoa já dominaram o mercado. Os remakes de Outcast e Rogue Troopers lembram-nos precisamente disso.

Gomu Gomu no Chicken

Do anime aos videojogos vão zero passos de distância

Naruto e One Piece são duas das séries de manga e anime mais famosas de sempre. Mas quão difícil é transformá-las num bom videojogo?