Activision

Análise

Crash Bandicoot 4: o tesouro dos pacientes

Com uns sapatos difíceis de encher, o estúdio Toys for Bob prova que é definitivamente a casa ideal para seguir o excelente caminho trilhado por um gigante como a Naughty Dog.

Análise

Tony Hawk’s Pro Skater 1 + 2: o reencontro, é na casa de partida

Vou-vos contar um segredo: no final dos 1990s eu fui um skater. Com as minhas botas de paraquedista pretas, as minhas calças pretas justas,…

Chicken Retro, Perdidos no Tempo

Heretic II: Corvus, um herói esquecido

Temos então aqui um híbrido de hack ‘n slash com temática de fantasia medieval cheia de magias e poções magicas com um modo de combate e solução de obstáculos dum jogo de aventura como o Tomb Raider.

Análise

Modern Warfare: mais um CoD para Forrest Gumps

Modern Warfare é um muito bom jogo no modo campanha e é um jogo mediano no modo multiplayer. É um jogo ideal para Forrest Gumps.

Análise, Opinião

Shadowkeep: ano 3 de Destiny 2, o ano da independência!

A 1 de Outubro saiu o aguardado Shadowkeep, este momento era há muito esperado pelos fãs e um pouco por toda a comunidade ligada aos videojogos. Porquê tão esperado? 

Opinião

Forsaken: Destiny 2, ano segundo

Com Forsaken a Bungie consegue firmar o Destiny 2 como um titulo sólido, que pode ser jogado vezes sem conta e atingiu o que se esperava.

Análise, Observador

Ainda há espaço para mais um Call of Duty?

Call of Duty é uma das séries de maior sucesso comercial do mercado de videojogos. Mas com uma rotina anual de lançamentos, será que um novo título é uma boa aposta?

Opinião

Ai Destiny 2! Ai Destiny 2! O jogo, as expansões e o futuro

Destiny 2 é a segunda entrada deste IP, o grande sucesso que teve na sua primeira encarnação nas consolas levou a Activision a pensar…

Análise, Ia-me Esquecendo

Cock-a-Doodle-Doo, Call of Duty World War Two

Call of Duty: World War II não é um MAU jogo. Tem coisas boas. Mas é uma espécie de serviços mínimos encafuados à pressa na caixa de um jogo para vender.

Entrevista, Observador

Alejandro Gil: “A indústria de jogos está a reclamar o seu lugar ao lado do cinema”

Conversámos com Alejandro Gil, um dos directores de arte da Sledgehammer Games sobre a sua mais recente criação: Call of Duty: WWII.