Arcade

Análise

Chorus: a vastidão do espaço cabe numa arcada

Chegando de forma surpreendente e subtil ao mercado de videojogos, Chorus é uma das pérolas escondidas de um ano tépido.

Ataque dos Clones, Caça ao Indie

Clones para decorar a casa ou partir tudo

Os dois indies desta semana não nos trazem esse 2 em 1 de gémeos bonitões a decorar-nos a casa, em que um compra, o outro destrói.

Análise, Caça ao Indie

Lobo em pele de cordeiro

The Art of Rally andava no meu radar há já algum tempo, mas por uma razão ou por outra foi ficando para trás. Chegou agora o dia dele.

Caça ao Indie

Abram alas ao [multi]jogador

Não é fácil ser um jogo indie. Agora imaginem que são um indie multiplayer, e ainda por cima pago. Este é o equivalente a um hard mode do game development.

Análise

Captain Tsubasa: a provar que a Terra é redonda desde 1981

FIFA? PES? Nuh. O melhor jogo de futebol do ano já estreou e chama-se Captain Tsubasa: Rise of New Champions.

Entrevista

RetroMania Wrestling: interview with Michael Hermann of Retrosoft Studios

Interview with Michael Hermann, head of Retrosoft Studios and the mind behind the creation of RetroMania Wrestling.

Caça ao Indie

Spaß Taxi: viagens espaciais pouco divertidas

Sabiam que Spaß era diversão em alemão? Este jogo também não sabe ainda.

Análise

Need for Speed Heat: quando a noite cai e a euforia aumenta

É a adrenalina constante nos jogos nocturnos que faz de Need for Speed Heat um jogo bem melhor que os seus últimos antecessores.

Caça ao Indie

Killer Queen Black: a originalidade incomparável de um bom jogo multiplayer

Já ouviram falar de Killer Queen, um mítico jogo de arcadas para 10 jogadores? E da sua versão com crossplay para PC e Switch?