Nintendo Switch

Análise

PixARK: menos que um cruzamento entre Minecraft e ARK

Ainda sinto que PixARK poderia ter muitos argumentos para ser um título interessante, no meio de tantas falhas gritantes.

Análise

Crash Team Racing Nitro-Fueled: corridas para duros de roer

Exactamente vinte anos depois da Naughty Dog ter surpreendido o mercado ao catapultar o seu Crash Bandicoot para as pistas de corridas, eis que a Beenox, Crash Team Racing Nitro-Fueled, o remake do famoso jogo que abriu a série de spinoffs de karts do Crash.

Análise

Super Mario Maker 2: a mala do Sport Billy da Switch

Como a mala do titular Sport Billy, conseguimos tirar de dentro do Super Mario Maker 2 uma mão infinita de hipóteses.

Análise

My Friend Pedro: I like to shoot, shoot, shoot Shotguns with Bananas

My Friend Pedro é como qualquer banana, parecia madura mas está verde numas partes e pisada noutras. Mesmo assim, come-se.

Caça ao Indie

Brief Battles: o fim do mundo em cuecas

Nunca percebi esta expressão idiomática. Será que o autor (ou autora) original da expressão pensou na possibilidade de o fim do mundo ser algo tão inesperado que nos consiga apanhar de surpresa, apenas em roupa interior?

Análise, Crítica

Octopath Traveler: oito aventuras para quem as sabe apreciar

Octopath Traveler é um jogo onde um vasto conjunto de elementos simples e já bastante vistos se compõe numa tela coerente cheia de subtilezas intencionalmente plantadas para que de uma forma natural o jogador se aperceba das suas relações.

Análise

Zelda: Breath Of The Wild – o encanto de não querer terminar um jogo

A estratégia e o engenho são premiados em toda a medida de The Legend of Zelda: Breath of The Wild, que acaba por ser um pouco como a vida: raramente somos ensinados a fazer tudo, mas quem pensa e executa bem chega mais longe.

Análise

Ape Out: Hotline Bananas

Ape Out, pela violência e abordagem conceptual e estética acaba por encaixar-se nesse segmento de títulos quase naturais da Devolver.

Análise

Hell Warders: análise a mais um Tower Defense

Hell Warders é um tower defense com laivos de Action RPG na terceira pessoa.

Crítica

Análise: Travis Strikes Again: No More Heroes

Travis Strikes Again é uma aventura surreal cheia de referências, muito estilo e muita variedade.