Nintendo

Análise

Paper Mario: The Origami King

Por um lado queremos gostar deste capítulo, porque tecnicamente e graficamente está muito bom. Mas depois o seu ritmo lento e o sistema de combates não é divertido. 

Opinião

Super Mario 3D All-Stars: com a letra M se escreve a História de um meio cultural

Com um tempo limitado de disponibilidade à venda, tanto em formato físico como em digital, é impossível não recomendar Super Mario 3D All-Stars.

Opinião

A minha prateleira parece um Sábado de manhã em 2000

Não sei o que vocês faziam com as vossas prateleiras aos Sábados de manhã em 2000. Eu cá divertia-me imenso. Vinte anos depois, apercebi-me…

Análise

Paper Mario: Origami King, Tearaway dos 300

Ainda não é desta que a série Paper Mario se redime, e se eleva para o patamar onde já esteve.

Ide Jogar, É Grates!

É um café curto em chávena fria, sem fim e com Charmander

Ainda é cedo para eu perceber se este Pokémon Café Mix poderá ser o primeiro jogo do género que me vai conseguir reter durante algum tempo.

Análise

51 Worldwide Games, 99 Balões Vermelhos e férias em família em 1988

51 Worldwide Games é um pack perfeito nesta altura, a melhor versão digital de um pacote de nostalgia numa embalagem só que podemos adquirir.

Análise

Xenoblade Chronicles: Definitive Edition, exploração de paragem obrigatória

É a versão definitiva de um dos jogos mais emblemáticos do género e aquele que conseguiu, dentro das limitações originais, cumprir com a potencialidade de um título brilhante e intemporal.

Análise

Good Job!: trabalho a começar por baixo… do caos

Good Job! é mesmo um grande trabalho da Nintendo.

Análise

Animal Crossing: o vislumbre para lá dos Novos Horizontes

Animal Crossing New Horizons é o jogo que todos nós precisamos neste momento.

Análise

Good Job!: o simulador de sobrinho do chefe

Good Job! é um brilhante indie publicado e exclusivo da Nintendo que retrata o que é estar na pele do sobrinho do chefe.