Plataformas

Análise, Caça ao Indie

Wife Quest foge ao estereótipo

Wife Quest é um jogo interessante, que mistura alguns conceitos apresentando uma proposta que nem inventa a roda, nem decepciona. Então vale a pena?

Antevisão

Kirby and the Forgotten Land está a chegar

Kirby and the Forgotten Land está mesmo aí a chegar. Estava curioso com o jogo e instalei o demo. Será que parece ter alguma coisa de interessante?

Análise, Caça ao Indie

Exo One é uma pedrada no charco

Exo One é um jogo muito misterioso e muito chamativo para quem, como eu, espiolha muitos trailers. Será que toda esta aura tem fundamento?

Opinião

Astro’s Playroom visto pela equipa verde

Nunca liguei muito a consolas, e há pouco que me puxe na Sony. Sem o valor nostálgico há algum apelo em Astro’s Playroom?

Análise, Caça ao Indie

Alex Kidd in Miracle World DX pode ter chegado tarde para a franquia

Alex Kidd in Miracle World DX pode ter chegado tarde para a saúde da franquia. Nesta análise tento explicar a razão para isso.

Caça ao Indie

Million to One Hero. Milhões de possibilidades ignoradas.

Million to one hero, diz que é uma espécie de Mario Maker.

Chicken Nugget

Koloro e a simplicidade dos sonhos

Koloro é simples e minimalista, mas não é fácil.

Chicken Nugget

Alteric: um cubo, muitos saltos e ainda mais mortes

Desafio e uma estética 2D chamativa. “Thomas Was Alone” encontra “Dark Souls”, dizem os criadores.

Rapaz-Ventoinha

Ducktales: Whoo hoo!

É preciso dizer mais alguma coisa?