Point 'n click

Análise, Caça ao Indie

Song of Farca: um emocionante Ace Attorney Cyperpunk de seios desnudos

Se os visuais não seduzirem, o estúdio não tiver pedigree ou um site mainstream não fizer uma análise, dificilmente estas obras obtêm o alcance que merecem.

Caça ao Indie

Anda daí e conta-me uma história

Estes dois indies de hoje são um bom exemplo de duas formas diferentes como o mercado independente nos tem mergulhado no storytelling.

Caça ao Indie

Aponta, clica, tenta, resolve, sucede

O mercado indie continua a ser solo fértil para aventuras gráficas. Os 2 indies desta semana mostram essa realidade.

Caça ao Indie

A balada das oportunidades perdidas

À semelhança do combate Sting contra Undertaker que talvez nunca iremos ver, estes 2 indies são o exemplo de oportunidades perdidas.

Análise, Caça ao Indie

Encodya: filme de animação tornado aventura-gráfica

Encodya é um bom jogo, mas não tão bom quanto o filme que poderia ter sido.

Caça ao Indie

Vamos fazer amigos entre os animais 

A Caçada de hoje traz-nos dois jogos com temática animal.

Caça ao Indie

Tohu: bem-vindos a Fishworld Not-Noir

Tohu é um daqueles casos de um jogo que nos conquista por ser artisticamente deslumbrante, e que consegue manter-nos investidos com os seus puzzles.

Caça ao Indie

O elogio da pixel art

O que outrora foi uma limitação, é hoje uma expressão artística por si só.

Caça ao Indie

There is No Game: Wrong dimension – o melhor não jogo do ano

There is No Game: Wrong Dimension é uma experiência que vos vai rasgar um sorriso na cara sempre que desdobram os puzzles que os seus criadores desenvolveram.

Caça ao Indie

Röki: a pérola desconhecida de 2020 já tem nome

Röki é provavelmente o melhor jogo que quase ninguém vai jogar este ano.