PS4

Caça ao Indie

Astral Ascent: fuga do Hades, ou fuga do Céu

Astral Ascent é o melhor sucedâneo a aplacar a fome que muita gente deve ter por algum jogo com a mesma abordagem, rejogabilidade e desafio de Hades.

Caça ao Indie

Blast Brigade: o genial filho ilegítimo de Marco Rossi e Samus Aran

Podia rezar ao Nosso Senhor do Coisinho se ele me ouvisse, mas vou mesmo orar à padroeira dos metroidvanias se ela existir.

Caça ao Indie

Do Japão feudal (ou lá perto), com amor

Os 3 indies desta Caçada representam a cultura japonesa como a sua grande musa.

Caça ao Indie

Salvé mechas nas alturas

Os 2 indies desta semana têm robots gigantes como protagonistas.

Caça ao Indie

There is no Kill like Overkill

Os dois indies de hoje também levam tudo ao extremo, mas no caso destes, ainda bem.

Análise

Kansei: The Second Turn HD: cansei rapidamente

Quando Kansei se esforça para começar a ser um jogo, já estamos um bocado fartos dele.

Crítica

Young Souls: nova maneira de ver os velhos beat’em up

Young Souls foi feita para ser desafiante e divertido ao mesmo tempo, sem manias nem medalhas de “superior gamer”.

Gomu Gomu no Chicken

Phantom Breaker: Omnia – à quarta é de vez

Phantom Breaker: Omnia pode ser a última tentativa da MAGES de trazer o seu (semi) famoso fighting game para um público alargado.

Análise

LEGO Star Wars: The Skywalker Saga – o Universo cabe numa peça de LEGO

LEGO Star Wars: The Skywalker Saga é possivelmente um dos grandes jogos familiares deste ano e o jogo mais ambicioso que a TT Games já fez.

Caça ao Indie

Não é estar fora da caixa, é o puzzle ser a caixa

Os dois indies de hoje falam de caixas e de quebra-cabeças, em exemplos em que é a própria caixa quem é o puzzle.