Tag - PS5

Astro’s Playroom visto pela equipa verde

Opinião

Nunca liguei muito a consolas, e há pouco que me puxe na Sony. Sem o valor nostálgico há algum apelo em Astro’s Playroom?

Afinal há jogos hardcor-de-rosa

Caça ao Indie

Pinkman e Rabisco pegam nos géneros de acção e plataformas implacáveis e fazem-nos sentir bem recebidos na face de tanta morte.

WONDER BOY: ASHA IN MONSTER WORLD – preso em 1994 e no PC

Análise

Há mesmo um sentimento agridoce ao jogar este Wonder Boy: Asha in Monster World.

Apontar é feio, ensinou-me um britânico

Caça ao Indie

Os dois jogos desta semana são aventuras point and click, por entre as tantas que o mercado nos oferece hoje em dia.

Scarlet Nexus: perigosos jogos mentais

Análise

A análise a Scarlet Nexus, um dos melhores action RPGs do ano que nos chega pela mão da Bandai Namco.

Biomutant: de boas ideias está o i̶n̶f̶e̶r̶n̶o̶ mercado cheio

Análise

Diretamente da Suécia, Biomutant está em produção desde 2015, pelo estúdio indie Experiment 101, fundado por muitos developers da Avalanche Studios, trazendo na bagagem as séries Just Cause e Mad Max. O que se compreende pela oferta de…

Gosto tanto de Final Fantasy XIV como Seinfeld gostava de mulheres

Ide Jogar, É Grates!, Opinião

Nota prévia: o Rubber era para ter recebido uma conta completa de FFXIV além do código de Shadowbringers, a última expansão disponível na PS4/PS5. Como só recebemos o código de Shadowbringers, não serve de grande coisa sem a…

Biomutant: uma pequena lição para os grandes

Análise

Biomutant está pejado de falhas e fraquezas, mas é uma gradável lufada de ar fresco nos pontos em que acerta.

Wonder Boy: Asha in Monster World – preso em 1994

Análise

Wonder Boy: Asha in Monster World é apenas uma boa utilização de cel-shading sem qualquer qualidade de game e level design a acompanhar.

Guilty Gear Strive: a culpa é do Metal

Análise

Guilty Gear Strive é uma maravilhosa porta de entrada que torna um dos mais ricos e complexos fighting games numa janela de acessibilidade.