puzzle platformer

Caça ao Indie

OCTAHEDRON: batidas, neons, acção!

OCTAHEDRON é uma das mais recentes febres oitentitas em lançamentos de indie games, um platformer com uma direcção artística tão 1980s que por segundos quase que conseguimos sentir os olhos a queimaram com o brilho das luzes néon.

Análise

REHTONA: bem-vindos ao Upside Down

Enganadoramente simpático com a sua pixel art colorida e detalhada, REHTONA é um dos melhores e mais difíceis 2D puzzle platformers que já jogámos.

Análise, Caça ao Indie

Beber a tristeza num suspiro gris

GRIS é possivelmente o jogo artisticamente mais deslumbrante que já vi. E possivelmente também será pouco mais que isso.

Análise

The Missing: J. J. Macfield and the Island of Memories

“Este jogo foi feito com a convicção de que ninguém está errado em ser o que é.” – As primeiras palavras do último jogo do SWERY com a White Owls Inc.

Caça ao Indie

Os indies vão de férias (ou será que não?)

National Lampoon’s Vacation marcou pela sua simplicidade e não só. Será que o mesmo pode ser dito de vridniX, Flat Heroes e Tyler: Model 005?

Caça ao Indie

Planet Alpha: o belo mundo do que podia ter sido

Planet Alpha é um bom puzzle platformer narrativo ao estilo de Limbo e Inside, com um excelente trabalho a nível artístico, visual e musical.

Caça ao Indie

Tirar o pó aos computadores antigos

Há jogos que são tão retro que parecem ter sido feitos para computadores antigos. E alguns deles até o são.

Opinião

ANOTHER SIGHT: Kit através do espelho

ANOTHER SIGHT aborda a cegueira de pontos de vista distintos.

Caça ao Indie

Tu vais mudar o mundo (nem que seja à força)

Semblance é um puzzle platformer que nos obriga a alterar o mundo para ultrapassarmos os desafios que nos surgem pela frente.

Caça ao Indie

Preto e branco às cores

Há muitos jogos indie a chegarem ao mercado a preto-e-branco. A minha velhinha televisão Phillips nem ia notar a diferença.