Ratalaika

Caça ao Indie

Gynoug: sombras de um shooter passado

Gynoug não é extraordinariamente relevante para a História dos videojogos, não revolucionou o mercado nem o género há 30 anos, e muito menos o faz agora.

Caça ao Indie

Piores que o Malamen

Por vezes há semanas em que tudo o que cai na rede não é peixe. Gosto de vos trazer pérolas brilhantes do mundo dos videojogos, mas nem sempre é possível.

Análise, Caça ao Indie

Meia hora à Benfica

Apple Slash é muitíssimo curto e será esse o seu maior problema. Foi um teste a ver como as pessoas reagiam. Espreitem a análise para as tais reacções.

Caça ao Indie

Heal: Vamos falar sobre este puzzle chamado demência

Se os videojogos começaram por se focar na diversão e desafio, hoje em dia já amadureceram não só na parte técnica e de valores…

Caça ao Indie

Um pato, um gorila e um javali entram numa prisão e…

No que às mecânicas de metroidvania diz respeito, One Escape segue a tradicional fórmula na perfeição.

Análise, Caça ao Indie

Anodyne 2: demasiado Lixo para Aspirar

Uma história bem pensada não salvam Anodyne 2 de ser extremamente aborrecido em termos de gameplay.

Análise, Caça ao Indie

Thunderflash: Ikari Warriors, Metal Slug e Tropic Thunder, tudo junto

Ao longo da minha experiência com Thunderflash, esta e outras referências iam-me surgindo à medida que jogava.

Análise, Caça ao Indie

Ultra Goodness 2: uma breve chapada de Antigo Testamento no demónio

Em Ultra Goodness 2, Deus não voa nem tem uma capa, mas está SEMPRE zangado e com vontade de exterminar demónios.