roguelike

Análise

Returnal: a valsa do eterno retorno

Returnal tem a mais valia de representar a inclusão original de elementos de roguelike e metroidvania num third person shoot’em up com o cunho único da Housemarque

Análise

Roguelikes há muitos, Dandy Ace só há um

Abracadabra e uma semana e meia da minha vida passaram, prova incontestável de que há magia neste jogo.

Análise

Curse of the Dead Gods: mata, morre, regressa, repete

Curse of the Dead Gods é mais um roguelike, mas para quem gosta do género é uma boa escolha.

Caça ao Indie

As Far as the Eye: a beleza no olho do furacão

As Far as the Eye é um jogo brilhante que arriscou em misturar elementos de diversos géneros para criar algo definitivamente inovador.

Caça ao Indie

Going Under: pancadaria e darwinismo neoliberal

E se disser que em Going Under, o novo jogo publicado pela Team17, a nossa missão, em honra do grande deus-capital e da corporação que nos aceitou em estágio não-remunerado?

Análise

Superhot: Mind Control Delete – a morte a branco e vermelho

Superhot: Mind Control Delete é sobretudo uma sobremesa para todos aqueles que, como eu, ficaram a desejar mais algo vindo deste universo.

Antevisão, Caça ao Indie

Legend of Keepers: ser um vilão é uma carreira de sonho

Não há cá estágios curriculares nem nada: Legend of Keepers é a coisa a sério. 

Caça ao Indie

Então e indies a piscar o olho à malta mais velha?

São 3 indies a piscar o olho à malta mais velha, não propriamente da idade do Clint Eastwood, mas quase.

Caça ao Indie

Parece o Comix Zone. Eu disse apenas que “parece”

Não se chateiem já comigo, eu disse mesmo parece, não disse que era tão bom quanto Comix Zone.

Caça ao Indie

Monster Train: I’m going off the rails on a monster traaaaain!

Monster Train, que sai hoje no Steam, é o melhor deck builder neste ano de 2020.