steam

Análise

Vampire: The Masquerade – Blood Hunt

Tanto para os fãs de Vampire: The Masquerade como de battle royale fica a recomendação para experimentar o que as noites de Praga têm para oferecer.

Caça ao Indie

Às voltas com grunhos medievais, piratas e zombies

Esta caçada é dedicada a 3 indies bem diferentes (ainda que 2 deles sejam multiplayer games em Early Access).

Análise, Caça ao Indie

Song of Farca: um emocionante Ace Attorney Cyperpunk de seios desnudos

Se os visuais não seduzirem, o estúdio não tiver pedigree ou um site mainstream não fizer uma análise, dificilmente estas obras obtêm o alcance que merecem.

Caça ao Indie

Por aqui há mais Fantasia

Os três jogos indie de hoje – com “graus” diferentes de fantasia – são bons exemplos disso.

Antevisão, Caça ao Indie

Potion Craft: “Simulador de mezinhas”

A pratica da alquimia tem como base muitas crenças esotéricas e superstições. É uma mistura de misticismo e experimentação com matérias, desde plantas, minerais e matéria de origem animal.

Caça ao Indie

Esperar ou não esperar, eis a questão de Audioclash

Acho que sem querer os developers de Audioclash criaram em vez de um jogo toda uma aplicação que é uma ferramenta anti procrastinação.

Análise, Caça ao Indie

Press Barra de Espaço

Recompile começa bastante bem, o problema é que cedo temos efectivamente que jogar o jogo, e é aí que os problemas começam.

Análise

Deathloop: Deathgoty ou Deathflop?

Deathloop claramente não é para todos. Está longe da excelência dos títulos anteriores do estúdio francês responsável por Dishonored.

Caça ao Indie

Bilionários: medir genitais no espaço e jogar golf na Terra

Golf Club Wasteland: um jogo onde os bilionários se pisgaram da Terra e vêm cá apenas para jogar umas partidas de golf.

Caça ao Indie

Acção quase a preto e branco

Os dois indies de hoje são quase monocromáticos, mas sabem utilizar todo o espectro de saturação para seu proveito.