survival horror

Caça ao Indie

Há mundos que se resolvem ao clique do rato

Seja a procurar alguém querido em Chernobyl ou a disfarçar o que pode ser o crime perfeito, estes 2 indies mostram-nos o poder de um clique em mundos… virtuais.

Chicken Retro, Crítica

Silent Hill 2: o regresso do terror envolto em nevoeiro

Silent Hill 2 pegou em tudo o que Silent Hill fez de bom e duplicou o esforço, injetando melhores gráficos, melhores controlos, uma história e atmosfera mais imersiva.

Análise, Chicken Retro

Silent Hill: O que se esconde no nevoeiro?

Silent Hill deixou e continua a deixar uma marca nos jogadores, pois mesmo passados todos estes anos, visitar esta cidade é uma experiência única.

Análise

Resident Evil Village: viagem ao centro do terror

Resident Evil Village é um carrocel de ritmo, alternando entre o excelente e o meh, sobretudo em certas alturas da história que parece não fazer qualquer sentido.

Caça ao Indie

Pelos olhos do medo

Os 2 indies desta semana são shooters na primeira pessoa, mas são ao mesmo tempo muito mais do que isso.

Análise

Silent Hill: Book of Memories – Longe de um Lugar Especial

Silent Hill: Book of Memories é uma nota fácil de esquecer na história de Silent Hill.

Análise

Maid of Sker: há uma sombra assustadora para lá do silêncio

Maid of Sker é uma excelente adição ao mundo dos jogos de terror na primeira pessoa.

Caça ao Indie

PAMELA: uma IA muito kawaii

PAMELA é um acrónimo e ao mesmo tempo uma personagem que nos serve de guia pelo jogo, de companheira e de narrador.

Análise

Um jogo de sentir Arrepios. E não pelas melhores razões

Se têm saudades de Arrepios liguem a Netflix e vejam os episódios ou mesmo os filmes recentes, ou peguem nos livros e releiam-nos.

Caça ao Indie

Indies que lembram outros indies

Tantos indies que são bons e lembram outros indies.