Switch

Caça ao Indie

Vamos simular… por aí

Os simuladores existem em todas as formas e feitios, têm no mercado AA mas especialmente no mercado indie algumas das suas propostas mais… tresloucadas.

Caça ao Indie

Ideias que só acontecem em jogos indie

Os 3 jogos desta semana só poderiam mesmo ser jogos independentes. E ainda bem.

Análise, Ia-me Esquecendo

Yes, Your Grace não fez o clique que faltava à nossa relação

Yes, Your Grace não é tudo o que esperava, mas há muito para gostar neste jogo.

Caça ao Indie

Toda a gente foi lutar Kung Fu

Os dois indies de hoje, coincidentemente, são sobre Kung Fu.

Análise

Mario Golf: Super Rush – a análise para além do último green

Mario Golf deve ser encarado como mais um party game para jogar com amigos golfe de forma descomprometida.

Análise

Uma análise a Pecaminosa – A Pixel Noir Game, com jazz de fundo

Pecaminosa é um jogo repleto de boas ideias que nos deixou com fome para algo mais.

Caça ao Indie

Um quebra-cabeças chamado amor

LOVE – A Puzzle Box Filled with Stories tenta encapsular a rede intrincada de relações amorosas num sistema de puzzles.

Caça ao Indie

Pecaminosa: a Pixel Noir Rant

Pecaminosa – A Pixel Noir Game é um jogo que segui durante imenso tempo, tendo esse tempo criado expectativas irrealistas sobre o que deveria esperar.

Caça ao Indie

E o resto? Instant Sports Tennis

Daqueles que abres e pensas, epah, este parece ser porreiro, mas depois é… normal? Instant Sports Tennis é o jogo para ti!

Caça ao Indie, Ia-me Esquecendo

Eis The Messenger, O Grande!

The Messenger é seguramente um dos meus jogos favoritos de sempre. Mais que uma análise este texto é uma carta aberta que mostra o quanto gosto dele.