Team17

Análise, Caça ao Indie

Epic Chef: duelo com Gordon Ramsay ao amanhecer

Reprograme-se a velocidade natural de Epic Chef para o dobro e está aqui um dos mais originais farming/cooking adventure games de que há memória.

Caça ao Indie

Empreendimentos a duas mãos: três mundos criados por solo devs

Se há algo que o mercado indie nos tem feito é causar surpresa quando vemos excelentes exemplos de solo developers a criarem obras surpreendentes.

Caça ao Indie

Quem é afinal o Mestre dos Robots?

Os 2 indies desta semana são dois bons exemplos de pequenos jogos com robots como protagonistas.

Antevisão

O maravilhoso mundo de Hokko Life

Hokko Life é um surpreendente sucedâneo de Animal Crossing, para pessoas que como eu, já entregaram à famosa ilha da Nintendo tudo o que tinham para dar.

Caça ao Indie

Uma ode a estafetas e equipas de mudanças

Esta caçada é uma ode de 3 jogos indie a todos os estafetas e equipas de mudança que nos ajudaram antes e durante a pandemia. 

Caça ao Indie

Abram alas ao [multi]jogador

Não é fácil ser um jogo indie. Agora imaginem que são um indie multiplayer, e ainda por cima pago. Este é o equivalente a um hard mode do game development.

Análise, Caça ao Indie

BEFORE WE LEAVE: UM ADEUS FINAL NA FUGA PARA O ESPAÇO

A discussão da nossa fuga para o espaço há de ser conversa que vai ocupar o mundo real nas próximas décadas e que poderá ter uma materialização ainda no nosso tempo de vida.

Caça ao Indie

Dai-me mais indies que a vida é nada

Os 2 indies do qual falamos hoje são apenas uma pequena gota no oceano de o que originalidade mercado nos brinda há mais de uma década.

Caça ao Indie

Rogue Heroes: Ruins of Tasos – mais que um sucedâneo de A Link to the Past

Rogue Heroes: Ruins of Tasos é muito mais que uma pseudo-cópia de A Link to the Past: é um jogo criativo que mistura vários elementos numa fórmula clássica.

Antevisão, Caça ao Indie

Hammerting: as armas e os anões assinalados

Hammerting é um jogo que quase instantaneamente me remete para o brilhante Dungeons.