visual novel

Caça ao Indie

Noite silenciosa, noite mortal

Parece que vamos falar da série de filmes de terror Silent Night, Deadly Night, mas não vamos. Vamos sim, falar de Midnight Sanctuary, HYPERGUN e The Maestros.

Caça ao Indie

À falta de um Nobel, vai uma visual novel?

O outro quer um Nobel. Mas possivelmente só vai conseguir ter visual novels. Isto se ele souber ler.

Análise, Caça ao Indie

Ash of Gods: pelos meandros de Banner Saga 2.5

As muitas semelhanças de Ash of Gods: Redemption com Banner Saga são mais um elogio do que uma crítica.

Análise

The Barbarian and the Subterranean Caves – Choose your own boredom

The Barbarian and the Subterranean Caves volta uns 20 anos no tempo, mas não de uma boa maneira…

Caça ao Indie

The Mind’s Eclipse: a incerteza da imortalidade

The Mind’s Eclipse ficar-nos-á na memória como uma interessante abordagem sci-fi ocidental às visual novels.

Opinião

Herald: An Interactive Period Drama, uma história de racismo e colonização

Herald: An Interactive Period Drama é um jogo ao estilo dos últimos da Telltale e que remexe nas memórias negras do colonialismo.

Rapaz-Ventoinha

Welcome to Hotel Dusk

Hotéis à beira de estrada sempre foram locais para boas histórias.

Gomu Gomu no Chicken

Hakuoki: Kyoto Winds, vampiros no Japão feudal

Uma visual novel dedicada ao romance, à medida que a série Hakuoki se aproxima das duas dezenas de jogos.

Rapaz-Ventoinha

Confiem em mim, sou Engenheiro…

Continuando a senda de listas de jogos, Visual Novels. A de hoje leva-nos à sala de cirurgia.

Caça ao Indie

A caçada do anime e dos remasters

A facilidade com que os jogos com uma estética manga e/ou anime se tornam apelativos evoluiu muito desde há vinte anos.