visual novel

Análise

Acting Lessons, um soco no estômago no meio do sexo

É difícil, tão difícil enquadrar Acting Lessons num género. Lançado em 2018, Acting Lessons aparece em algumas listas refundidas, com a sombra do “para…

Caça ao Indie

De regresso às caçadas indie

Regressamos às caçadas com 3 indies bem distintos: Golden Treasure: The Great Green, Lovely Planet 2 April Skies e Road to Guangdong.

Caça ao Indie

VA-11 HALL-A: Cyberpunk Bartender Action

VA-11 HALL-A: Cyberpunk Bartender Action – Como ser um bartender é melhor que ser um psicólogo.

Caça ao Indie

Parabéns. A bicentésima caçada indie está aqui

Duzentas caçadas semanais depois, aqui estamos.

Caça ao Indie

Noite silenciosa, noite mortal

Parece que vamos falar da série de filmes de terror Silent Night, Deadly Night, mas não vamos. Vamos sim, falar de Midnight Sanctuary, HYPERGUN e The Maestros.

Caça ao Indie

À falta de um Nobel, vai uma visual novel?

O outro quer um Nobel. Mas possivelmente só vai conseguir ter visual novels. Isto se ele souber ler.

Análise, Caça ao Indie

Ash of Gods: pelos meandros de Banner Saga 2.5

As muitas semelhanças de Ash of Gods: Redemption com Banner Saga são mais um elogio do que uma crítica.

Análise

The Barbarian and the Subterranean Caves – Choose your own boredom

The Barbarian and the Subterranean Caves volta uns 20 anos no tempo, mas não de uma boa maneira…

Caça ao Indie

The Mind’s Eclipse: a incerteza da imortalidade

The Mind’s Eclipse ficar-nos-á na memória como uma interessante abordagem sci-fi ocidental às visual novels.

Opinião

Herald: An Interactive Period Drama, uma história de racismo e colonização

Herald: An Interactive Period Drama é um jogo ao estilo dos últimos da Telltale e que remexe nas memórias negras do colonialismo.