Xbox One

Análise

Far: Lone Sails – as velas soturnas da introspecção

Far: Lone Sails oferece uma bela mensagem sobre o companheirismo, e não entre duas personagens, mas entre um misterioso protagonista e a sua máquina a vapor.

Análise

Pawarumi: o piscar de olhos asteca a Ikaruga

Pawarumi é um shoot’em up interessante, com óbvias inspirações no magnânimo Ikaruga, mas falta-lhe mais polpa mas alimentar o adocicado sumo que nos dá.

Análise

Wolfenstein: Youngblood – Irmãs contra a irmandade nazi

Wolfenstein: Youngblood, a prole de Blazkowicz não chega ao nível do pai.

Análise

Blazing Chrome: abençoado mofo nostálgico

Blazing Chrome é uma excelente homenagem indie aos jogos clássicos da Capcom, Konami e Sega, que irá agradar aos jogadores old school que desejem um desafio da velha guarda.

Opinião

Fallout 76: é tarde demais?

A Bethesda cometeu muitos erros com o lançamento prematuro deste Fallout, mas depois desse lançamento falhado, a Bethesda levantou a cabeça, aceitou as críticas, percebeu o que queriam os jogadores, e começou um trabalho contínuo para ir ao encontro das expectativas dos seus fãs.

Análise

PixARK: menos que um cruzamento entre Minecraft e ARK

Ainda sinto que PixARK poderia ter muitos argumentos para ser um título interessante, no meio de tantas falhas gritantes.

Análise

Crash Team Racing Nitro-Fueled: corridas para duros de roer

Exactamente vinte anos depois da Naughty Dog ter surpreendido o mercado ao catapultar o seu Crash Bandicoot para as pistas de corridas, eis que a Beenox, Crash Team Racing Nitro-Fueled, o remake do famoso jogo que abriu a série de spinoffs de karts do Crash.

Caça ao Indie

Brief Battles: o fim do mundo em cuecas

Nunca percebi esta expressão idiomática. Será que o autor (ou autora) original da expressão pensou na possibilidade de o fim do mundo ser algo tão inesperado que nos consiga apanhar de surpresa, apenas em roupa interior?

Análise

Team Sonic Racing: é possível mungir um ouriço?

Team Sonic Racing é interessante, mas sem uma equipa completa de humanos minimamente decentes numa pista de kart virtual, acaba por ser uma aposta quase exclusivamente indicada para os fãs do ouriço.

Caça ao Indie

Há tanto espaço para bons indies desenhados à mão

Vejamos o caso dos indies, que com poucos recursos mediáticos têm de conseguir conquistar os seus públicos com o que têm à mão.