Xbox

Análise, Caça ao Indie

Lobo em pele de cordeiro

The Art of Rally andava no meu radar há já algum tempo, mas por uma razão ou por outra foi ficando para trás. Chegou agora o dia dele.

Caça ao Indie

Por aqui há mais Fantasia

Os três jogos indie de hoje – com “graus” diferentes de fantasia – são bons exemplos disso.

Análise, Caça ao Indie

Press Barra de Espaço

Recompile começa bastante bem, o problema é que cedo temos efectivamente que jogar o jogo, e é aí que os problemas começam.

Caça ao Indie

Análise: Monster Harvest

Monster Harves tenta misturar conceitos e criar um jogo maior que a soma das partes. Infelizmente, como acontece múltiplas vezes, não o consegue.

Análise, Caça ao Indie

Infestor: quando as slimes atacam

Infestor é um jogo simples, de pick up and play e de gastar uns euros na Store.

Análise

Análise – Psychonauts 2: jogo de nicho é a tua prima!

Psichonauts 2 melhora em todos os aspectos o primeiro jogo da franquia. Será isso suficiente para o retirar da lata dos jogos de nicho?

Análise, Caça ao Indie

Meia hora à Benfica

Apple Slash é muitíssimo curto e será esse o seu maior problema. Foi um teste a ver como as pessoas reagiam. Espreitem a análise para as tais reacções.

Ia-me Esquecendo, Opinião

Terá o aprendiz superado o mestre?

Deixei-me adormecer na aparente liderança incontestável do mundo dos tetrominos, nem dei conta que tinha aparecido um grande rival, e um rival a esse rival.

Análise

Psychonauts 2: uma nova viagem à mente de Tim Schafer

Psychonauts 2 é um dos grandes jogos do ano. Uma aventura muito própria, uma trip audiovisual com valores de produção impressionantes.

Análise, Caça ao Indie

Boyfriend Dungeon alia o mais ou menos de dois mundos

Boyfriend Dungeon alia uma novela visual carregada de romance a um dungeon crawler carregado.. de coisas normalíssimas. Aqui fica a análise.